“Aqui” de Carla Pires já se encontra à venda nas lojas!

O novo disco de Carla Pires,” Aqui”, já está disponível nas lojas. Deste trabalho foi extraído o tema “Nos rios dessa boca”.

 

“Aqui” é este lugar e é este tempo. É Lisboa, Portugal e o mundo vistos pelos olhos e os sentidos de uma fadista que canta o que é de hoje mas o que também é de ontem e de amanhã, que é local e universal.

 

 

Que canta aquilo que nos une e nos separa, o que se deixou de celebrar mas que é cada vez mais necessário celebrar, lembrar e pensar. “Aqui”, o novo disco da fadista Carla Pires, é um álbum de fado pleno e inteiro, sim, mas também um trabalho em que o fado se abre definitivamente a outros universos musicais que lhe são esteticamente próximos.

 

 

Em “Aqui”, Carla Pires recupera um fado clássico de Alfredo Marceneiro mas, acima de tudo, apresenta fados novos que sentiu ser urgente dar a conhecer, temas em que o fado se une naturalmente a outros géneros como o tango ou o samba e canções exteriores ao fado mas que com ele se casam, naturalmente, na voz de Carla Pires e nos instrumentos dos seus músicos. Para começar, “Utopia”, de José Afonso, em que se celebra a igualdade, a solidariedade, a aceitação dos outros, do diferente, e a necessidade de se construírem pontes e não muros.

 

 

E o fado? Está aqui, sempre. Nesta sua releitura das canções já referidas. E nos fados que são fado mesmo. Fados que cantam a cidade de Lisboa, feminina, livre, diversa e onde tantas músicas se encontram com o fado: “Se Lisboa Sonhasse” (de José Manuel Coelho, que para Carla já tinha escrito “Canção do Vento e da Terra”), “Há Samba nas Colinas de Lisboa” (onde o poema de Paulo Abreu Lima encontra a música do luso-moçambicano Mingo Rangel) ou “Tango Quase Fado” (com poema de Rosa Lobato de Faria e música do guitarrista e compositor Mário Pacheco) são algumas das músicas que podem ser encontradas no disco.

 

 

Com produção e direcção musical de Marino de Freitas, Carla Pires teve consigo em estúdio os músicos Luís Guerreiro (guitarra portuguesa), Pedro Pinhal(guitarra clássica) e André Moreira (baixo), para além dos convidados Edu Miranda (violão de 7 cordas, cavaquinho e bandolim em “Há samba nas colinas de Lisboa”), Filipe Raposo (piano em “Voltar a Ser Criança”) ou Marcelo Mercadante(bandoneon em “Tango Quase Fado”) são algumas das participações especiais presentes neste disco que já está à venda.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.