O Salão Nobre da Câmara Municipal de Lisboa recebeu hoje, 15 de Janeiro, a apresentação do projecto DeclareAção, um manifesto que junta vários festivais no sentido de fazer e incentivar mudanças nos hábitos em prol de um mundo melhor.

Entre as várias entidades presentes e à parte da apresentação, o Infocul conversou com Eduardo Jordão, director e programador do Artes à Vila, que realiza-se na Batalha.

Sobre os cuidados ambientais praticados no festival, disse-nos que “tentamos ter boas práticas na gestão do público e do resíduo que se venha a fazer. É evidente que o nosso festival é muito particular, estamos dentro e fora do património, há regras muito diferentes. Contudo tudo o que é reciclagem e cuidados com o ambiente, em recinto exterior, também temos esse cuidado”.

Relembra que “não estamos a falar de um festival para grandes massas. Ainda é um festival pequeno, com vias para crescimento, mas nunca será um festival de massas, como sabes porque já tiveste o privilégio de lá estar. Isso também traz outra leveza na abordagem destes assuntos. Mas tudo o que é bares e coisas de street food, e este ano haverá novidades nesse sentido, tentamos ter o máximo cuidado”.

Em declarações ao Infocul, revelou as datas do festival em 2020 e uma grande novidade: “O último fim-de-semana de Junho (26, 27 e 28 de Junho). Já temos alguns nomes confirmados, vamos ter pela primeira vez um artista internacional. Há uma novidade que j+a te posso revelar: este ano vamos ter um país convidado, que será a Roménia. E então vamos ter um projecto de música tradicional da Roménia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.