Boys Noize, Club cheval, Mirror People, Francis Dale, Isaura e Whales no Palco NOS Clubbing do NOS Alive

A 10.ª edição do NOS Alive continua a somar grandes nomes ao cartaz. Dia 09 de julho, o Palco NOS Clubbing, ponto de paragem obrigatório do NOS Alive, irá contar com um alinhamento de luxo. Boys Noize, Club cheval, Mirror People, Francis Dale, Isaura e Whales são os nomes que sobem a palco no último dia do festival.

O produtor de música alemão Boys Noize dispensa apresentações. Alex Ridha vai atuar no Palco NOS Clubbing dia 09 de julho para apresentar em primeira mão o quarto disco de originais “MAYDAY”, que já conta com data de lançamento agendada para dia 20 de maio, através da Boysnoize Records. O produtor estreou-se nos pratos com apenas 15 anos e desde então não parou a sua escalada que o levou ao patamar dos mais proeminentes nomes da cena electrónica. O músico foi vencedor por três anos consecutivos do “Beatport’s Best Electronic Act” e consta do TOP 10 da revista Rolling Stones “DJs who rules the earth”.

 

 

Neste mesmo dia sobe a palco o colectivo francês Club cheval composto por Canblaster, Myd, Sam Tiba e Panteros666. O quarteto traz ao NOS Alive o primeiro longa duração “Discipline”, editado no passado mês de março. Club cheval viajam por sonoridades que vão desde o R&B ao house. O grupo é também conhecido por remixes de artistas como Rihanna, Two Door Cinema Club, The Dø e Underworld.

 

 

Mirror People, surge no imaginário de Rui Maia, seu mentor, no meio da América durante uma tour com os X-Wife. Um projecto com um universo musical que junta influências do “disco-sound” dos anos 70 com sons atuais da música de dança. “Voyager” é o album de estreia de onde foram retirados os aclamados singles “I Need Your Love”, “Come Over” e “Dance The Night Away”. No palco Mirror People apresenta-se com Rui Maia nos sintetizadores e eletrónica, Maria do Rosário nas vozes, João Pascoal no Baixo e Hugo Azevedo na Bateria. A banda atua dia 09 de julho no Palco NOS Clubbing.

 

 

Diogo Ribeiro leva o projeto Francis Dale ao NOS Alive no último dia do festival. O músico e produtor que conta com dois EPs editados, tem sido considerado pela imprensa como um dos artistas revelação de 2015. O estilo alternativo que apresenta nos seus registos é construído sobre beats minimalistas e camadas exageradas de guitarras, resultando em sonoridades que transportam o público através de uma viagem sensorial.

 

 

Isaura, outro dos nomes apontados como um dos novos talentos da música portuguesa atua igualmente dia 09 de julho no Palco NOS Clubbing. A cantora, que tem sido mencionada como uma das mais fortes apostas nacionais na pop electrónica, ganhou o apoio da crítica e dos fãs após o lançamento do primeiro single “Useless”, co-produzido por Raez e Cut Slack. O primeiro EP não tardou e “Serendipity” foi apresentado ao público em 2015 com seis faixas que vieram comprovar que Isaura chegou para ficar e que se irá ouvir falar dela de futuro. Dona de uma voz única e de uma presença apaixonante, Isaura promete conquistar o público na sua estreia no NOS Alive.

 

 

Dia 09 de julho recebe também a banda de Leiria, Whales. Ainda não fizeram um ano de existência mas já venceram a mais recente edição do Festival Termómetro. Dizem que o seu nome foi escolhido por causa do paralelismo que há entre o processo de composição e o trajeto que a baleia faz no oceano: é um animal que anda devagar, mas com firmeza. Entre as novas correntes do vasto oceano da música indie (tanto no rock como na eletrónica) começa-se a avistar, cada vez mais perto, um caso sério nas novas bandas nacionais. O primeiro single “Big Pulse Waves” é editado já no próximo mês de Abril.

 

 

A menos de 100 dias da abertura de portas o NOS Alive já só tem disponíveis bilhetes diários para os dias 07 e 09 de julho. Os bilhetes diários para dia 08 de julho, bem como o passe de três dias, já se encontram esgotados.

 

 

Nomes já anunciados: 2ManyDJs (DJ Set), Agir, Ana Sofia Varela, Arcade Fire, Biffy Clyro, Branko, Bob Moses, Boys Noize, Calexico, Carlão, Club cheval, Courtney Barnett, Dead Combo e As Cordas da Má Fama, Curadoria DJ Kamala (NBC, Sir Scratch e Bob da Range Sense, Mundo Segundo e Sam The Kid, HMB, DJ Kamala e Filipe Gonçalves, MGDRV, Da Chick, Rocky Marsiano, Meu Kamba Sound), Father John Misty, Foals, Francis Dale, Grimes, Hélder Moutinho, Hot Chip, Isaura, Jagwar Ma, John Grant, José González, Junior Boys, Little Scream, M83, Marco Oliveira, Marco Rodrigues, Mirror People, Paus, Pixies, Radiohead, Raquel Tavares, Ricardo Parreira, Robert Plant, SG Lewis, Tame Impala, Teresinha Landeiro, Tiago Bettencourt, The 1975, The Chemical Brothers, Throes & The Shine, Two Door Cinema Club, Vetusta Morla, Vintage Trouble, Vanessa Alves, Whales, Wolf Alice, Years & Years e Xinobi (Live).

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6692 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.