Bruno Miguel Rosa, Silvana Peres e Selma Uamusse actuam em Julho no Casino Lisboa

Num ambiente informal, o Casino Lisboa reservou para o mês de Julho múltiplas propostas de entretenimento. O público poderá acompanhar, de quinta-feira a domingo, espectáculos de música ao vivo, dança e novo circo. A entrada é livre.

As noites de Quinta-Feira são especiais no Casino Lisboa. Bruno Miguel Rosa propõe, a 7 de Julho, um exigente número de novo circo, enquanto Selma Uamusse apresenta-se, a solo, no próximo dia 14, para interpretar os melhores registos do seu EP de estreia, no qual se destaca o tema “Ngono Utana”. A fadista Silvana Peres será a protagonista a 21 de Julho e, posteriormente, a Companhia de dança Legacy renova, a 28 de Julho, um espectáculo a não perder.

 

 

A animação será reforçada, ainda, de sexta-feira a domingo, com vários registos de música ao vivo protagonizados pelos Woodnote, Daniela Mendes 4Teto, Plágio, Hearts and Bones e Miss Manouche. O cartaz musical prolonga-se, de Quinta-Feira a Sábado, com as actuações conhecidos DJ’s que selecionam os ritmos ideais pela noite dentro.

 

 

O novo circo estará em destaque no Casino Lisboa a 7 de Julho. Bruno Miguel Rosa, de 27 anos, apresenta “Confitions”. Um número de elegância, serenidade, risco e de confissão para com o público: a sua arte, o seu maior pecado! Uma linguagem corporal vibrante, sensual e de uma honestidade únicas: “Este sou eu. Este é o meu corpo. Esta é a minha verdadeira confissão”.

 

 

Bruno Miguel Rosa escolheu voar pela vida. No seu percurso de eterno aprendiz fez parte de grandes e pequenas criações artísticas. Em Portugal ou pelo mundo, entrega-se de alma e coração a cada projecto. Integra, actualmente, a companhia de circo francesa “Les Farfadais”. A não perder, a partir das 23 horas.

 

 

Em concerto inédito, Selma Uamusse apresenta-se, a solo, no próximo dia 14 de Julho, pelas 23 horas, no Casino Lisboa. A versátil artista sobe ao palco central do Arena Lounge para interpretar os melhores registos do seu EP de estreia, no qual se destaca o tema “Ngono Utana”. Com uma singular versatilidade, poderoso instrumento vocal e genialidade performativa, Selma Uamusse  brilhou já em diferentes géneros musicais, desde o rock (Wray Gunn), ao afrobeat (Cacique 97), ao gospel, soul e jazz (Gospel Collective, tributos a Nina Simone e Miriam Makeba). A intérprete enriqueceu o seu percurso artístico por diversos estilos, estando cada vez mais consciente do poder transformador político e social da música.

 

 

Em noite de fado, Silvana Peres estreia-se, a 21 de Julho, no Arena Lounge para interpretar o seu melhor repertório, no qual se destacam temas como, por exemplo, “Meu Amor Abre a Janela”, “Sei que Nunca Vais Dizer” e “Saudades do Brasil em Portugal”. A fadista partilha o palco com Edu Miranda, no bandolim, Carlos Lopes no acordeão, e Ruca Rebordão na percussão. Com um percurso versátil, Silvana Peres formou, em 2015, o Projeto “FADO NO PÉ”. Em parceria com o produtor musical brasileiro Edu Miranda, a artista funde o Fado tradicional com ritmos lusófonos e as suas respectivas danças culturais.

 

 

A Legacy Dance Company Project reencontra-se, a 28 de Julho, com os visitantes do Casino Lisboa. Estará em destaque um projecto de dança inovador em Portugal que é composto por bailarinos, professores e coreógrafos promissores. Recorde-se que os Legacy nasceram há cerca de 4 anos, após terem chegado à final do programa da SIC, “Achas que Sabes Dançar” (1ª série). A concretização de workshops, aulas, pocket shows, espectáculos e a participação em grandes projectos como coreógrafos, tanto no território nacional como no internacional, tem permitido o seu crescimento e afirmação no meio artístico. 

 

 

O Casino Lisboa convida, em Julho, os seus visitantes a redescobrir um alargado programa de música ao vivo. O Arena Lounge acolhe jovens bandas que apresentam repertórios muito diversificados. São pequenos ciclos de exibições que se renovam, de sexta-feira a domingo. A entrada é livre.

 

 

Os WoodNote actuam, de 1 a 3 de Julho, protagonizando um ciclo musical que engloba numerosas composições clássicas que vão desde o jazz até ao soul mais profundo. Os WoodNote distinguem-se por uma performance musical onde a espontaneidade e naturalidade dos músicos, providencia um ambiente de cumplicidade com o público. O vocalista André Ferreira apresenta-se, em palco, com Pedro Brito na guitarra, Luís Rosa, no baixo, e João Nuno, na bateria.

 

 

Num ciclo revivalista, Daniela Mendes 4Teto regressa, de 8 a 10 de Julho, ao Casino Lisboa. A sonoridade da cantora e compositora portuguesa convida a uma viagem onde a mescla de influências lusófonas dão o mote. A construção da estética musical assenta na mistura de sons, ritmos e palavras de Portugal, Brasil ou Cabo Verde.

 

 

Daniela Mendes será acompanhada por Xico Santos no contrabaixo, Nir Paris na bateria e percussões e, o habitual companheiro de palco, André Marques da Silva na guitarra.

 

 

Num inédito ciclo de actuações, os Plágio apresentam, de 15 a 17 de Julho, êxitos do rock, pop, blues, soul e country. Trata-se de um quarteto constituído pela vocalista Vanessa Ferreira, por vezes ao piano, João Loureiro, na guitarra, Raphael Lopes, no baixo, e Ricardo Silva, na bateria. 

 

 

Com o intuito de recordar os momentos históricos da revolução musical, como foram as décadas de 60 e 70, os Plágio recriam êxitos dos Queen, Elvis Presley, Beach Boys, Aretha Franklin, James Brown e Tina Turner. A banda interpreta, ainda, outros sucessos mais recentes dos Maroon Five, Joss Stone, Bruno Mars e Amy Whinehouse. Os temas apresentados demonstram liberdade de arranjos musicais, dando lugar à criatividade, engenho e personalidade musical própria da formação. 

 

 

Os Hearts and Bones actuam, de 22 a 24 de Julho, no Arena Lounge. Voz, guitarra e histórias em canção constituem o mote para a banda prestar homenagem às suas referências musicais, não esquecendo os seus próprios temas, escritos ao longo de mais de uma década de parceria.

 

Com um estilo muito próprio, os Hearts and Bones partilham o amor à música num formato intimista e cru, em que vagueiam tanto os fantasmas do Mississipi como os do Tejo que os viu crescer. O repertório inclui registos de Robert Johnson a Patsy Cline, de Paul Simon a Neil Young, Os Hearts and Bones são Petra Pais (voz) e Luís Ferreira (guitarra), fundadores de uma das mais reconhecidas bandas de blues nacionais, a Nobody´s Bizzness, juntos em dueto e em visita ao blues e à folk norte americana. 

 

 

 

Por sua vez, os Miss Manouche apresentam-se, de 29 a 31 de Julho, no Arena Lounge. O ritmo swing dos anos 20/30, a paixão fogosa do jazz e da incontornável figura de Django Reinhardt são o cartão-de-visita deste quarteto. Os êxitos vocais radiofónicos desta época constituem o repertório de Miss Manouche, repleto de ritmos quentes e dançáveis aos quais é impossível ficar indiferente. Com Luís Bastos (clarinete/voz), João San Payo (baixo/voz), Ian Mucznik (voz/guitarra) e Alcides Miranda (guitarra).

 

 

O programa de animação musical culmina com as dinâmicas sonoridades da Juke Box. São diferentes DJ’s seleccionam os ritmos ideais para um público predominantemente jovem. A não perder, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite.

 

 

O amplo espaço do Arena Lounge constitui, assim, um cenário privilegiado para receber um diversificado programa, que se estende pela noite dentro. Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6432 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.