Buika promete trazer uma ‘banda brilhante com um som empolgante’ a Portugal e destaca Mariza e Salvador Sobral

Buika prepara-se para regressar a Portugal em Maio, concerto a 31 no Coliseu de Lisboa, e Junho, concerto a 1 no Coliseu do Porto. Em entrevista ao Infocul falou sobre este regresso, o novo disco, a colaboração com Carlos Santana, a banda formada apenas por mulheres e os nomes que mais aprecia na cena musical portuguesa.

Sobre o regresso a Portugal diz-nos que “estou a tomar todo o meu amor e encher-me de amor, pois é o que acontece comigo quando eu visito um país maravilhoso”, explicando que a banda que a acompanhará, apenas por mulheres, surgiu “a ideia muitas vezes ao longo da minha carreira, mas por alguma razão foi apenas agoraque aconteceu.

Neste novo disco pretende transmitir “todas as mensagens que você ouve quando você o escuta, a música tem essa magia”, acrescentando que trabalhar com o professor Santana foi e está sendo algo grande e enriquecedor, estou muito feliz por ter esta bela oportunidade”.

Eu não tenho certeza se queria transmitir uma mensagem específica, deixei libertar alguns segredos do meu coração, alivia-me compartilhar segredos através de canções, faz-me sentir ‘Eu não sou um estranho’ e faz-me saber que muitos de nós partilhamos experiências semelhantes”, diz-nos quando questionada se havia alguma mensagem especifica para assinar muitas das letras deste novo disco.

Africa Speaks é o nome do novo trabalho no qual contou com a colaboração de Carlos Santana e Cindy Blackman. A produção foi de Rick Rubin.

Um disco gravado no Shangri La Studio, com a artista a assumir que “nunca tinha estado num lugar tão incrivelmente espectacular, é realmente algo fora do comum, tudo é puro e sincero, lá está cheio de magia e música nova, é um lugar que nunca se esquece”. A Lisboa promete trazer “uma banda brilhante com um som empolgante”.

Assume que “não poderia dizer o que mais gosto, são muitas coisas, mas acima de tudo, o calor dos portugueses, são grandes e têm um bom senso de humor, que eu gosto muito”, destacando na música portuguesa alguns nomes, mas começando por desejar “mil bênçãos para todos os artistas de Portugal, coragem e força para continuar lutando, não importa quão duro é a estrada, estamos aqui para combater os efeitos devastadores”, antes de revelar que “ultimamente alguém me fez ouvir uma jovem chamada Marília Mendoa, eu realmente gostei do que ouvi, eu estou animada ao ouvi-la e empurra-me para cima com a sua beleza, a partir daqui a minha admiração e respeito por ela e como muitos como Mayra e Mariza que eu amo, são super enérgica e super divina e Salvador Sobral, que é grande”.

Fora dos palcos assume que passa “o tempo trancada no meu estúdio, escrevendo e gravando novas músicas e escrevendo novos livros, sinto-me muito ligada ao trabalho, eu realmente não faço muito mais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.