Cabo dos Forcados Amadores das Caldas da Rainha escreve carta aos aficionados!

No próximo dia 15 de Agosto, a Praça de Touros das Caldas da Rainha recebe a sua tradicional corrida de touros. Mas antes, haverá uma manifestação taurina, pró-tauromaquia, em frente do tauródromo.

 

O cabo do grupo de forcados amadores das Caldas da Rainha, Francisco Mascarenhas, enviou uma carta na qual tem uma forte mensagem para os aficionados.

 

Aos aficionados

 

Apesar dos contratempos forjados pelos detractores da grandiosidade da Festa Brava, é com muita alegria que chegámos a mais uma grande corrida do 15 de Agosto em Caldas da Rainha, a mais antiga e uma das mais importantes corridas do calendário taurino nacional.

 

Temos assistido a um indecoroso desrespeito pela liberdade de cada um fazer as suas escolhas, em afronta a princípios constitucionais que proíbem os representantes da nação de ousar programar a educação e a cultura.

 

Os aficionados caldenses, numa acção de total repudio por estas ideologias totalitárias, decidiram reagir de forma ordeira mas veemente a tais ataques, organizando simbolicamente uma manifestação em prol do valor e da grandeza da Tauromaquia, procurando assim dar um sinal de firmeza e determinação em defesa do que de mais nosso existe; a Corrida de Toiros à Portuguesa.

 

 Nós, os aficionados, revemo-nos na atitude e marca indelével dos intervenientes na Festa Brava, forcados e outros toureiros, em que se afirma uma cultura de vitória perante as adversidades, na qual outra hipótese não existe que não a de superar e prevalecer.

 

Ser aficionado é muito mais do que um gosto, é um querer com sentido, um estar com propósito, uma preferência inequívoca e consciente.

 

Convidamos cada aficionado, neste 15 de Agosto, a manifestar a sua adesão, a estar connosco por um momento, afirmando assim o seu apoio a este espectáculo de um esplendor sem igual, no dia da corrida, em frente à praça de toiros de Caldas da Rainha.

 

Francisco Mascarenhas

Cabo do Grupo de Forcados Amadores de Caldas da Rainha

 

O cartel desta corrida será composto por António Telles, Manuel Telles Bastos, Joaquim Ribeiro ‘Cuqui’ e pelos forcados amadores das Caldas da Rainha, frente a touros das ganadarias David Ribeiro Telles e Vale do Sorraia.

 

13 thoughts on “Cabo dos Forcados Amadores das Caldas da Rainha escreve carta aos aficionados!

  • Avatar

    Eh pá deixa os animais em paz, as touradas é um espetáculo primitivo e criminoso.

    Reply
  • Avatar

    Ò Francisco, seja honesto, não foi você que escreveu esta carta! Você mal deve conseguir pensar… tenha lá paciência!

    Reply
    • Avatar

      No Oeste e Ribatejo o espetáculo das touradas vai continuar. Quem não gostar… paciência!

      Reply
  • Avatar

    Gouveia e Alberto.

    Mais depressa vai desaparecer as modas dos PAN´s deste país do que a tauromaquia em Portugal.

    Nas Caldas, na Benedita também, e na Região do Oeste as touradas vão continuar quer se goste ou não.

    Reply
    • Avatar

      A tauromaquia (tauromáfia) é tortura, não é arte nem cultura!!!

      Reply
      • Avatar

        No Oeste e Ribatejo a cultura tauromáquica vai continuar quer gostem ou não.

        Reply
    • Avatar

      Os e as hipócritas aficionados que se divertem tanto a ver um animal ser humilhado e torturado sao os mesmos que votaram contra o aborto mas mandavam as filhas abortar em clinicas de luxo a espanha…

      Reply
      • Avatar

        Sou aficionada e nunca iria a uma clínica a Espanha de luxo porque não podia. Tinha que ser cá no nosso país.

        É mais uma generalização a que já estamos habituadas.

        Reply
  • Avatar

    Eu fui criada c touradas na Benedita adoro e nao podem desaparecer quem se incomoda c as touradas nao tem que fazer vao trabalhar..deixem a tauromaquia viver e lindo.os Pans e que havia de acabar forca todo o servico de tauromaquia.

    Reply
  • Avatar

    Querem acabar com tudo menos com os gostos dos meninos que vivem nas cidades que nem sabem o que é viver no campo, tal como os cães e gatos que cada vez São mais abandonados porque os donos deixaram de terem condiçoes para tê-los, então em vez de acabarem com tudo arranjem Suluçoes para que a vida das pessoas seja digna, pressionem os governantes a melhores condições de vida não a chatear quem vive o melhor que pode e sabe.

    Reply
    • Avatar

      Os meninos copo de leito da cidade. Boa!

      Reply
  • Avatar

    A corrida de touros mais antiga do país na praça de touros em actividade mais antiga do país.

    “Os meninos copo de leite” não gostam de touradas porque sim, é moda.

    Reply
  • Avatar

    A Estremadura tal como o Ribatejo e Alentejo continua a ter e vai continuar a ter tradição tauromáquica.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.