Caixa com singles a solo de Freddie Mercury lançada hoje

freddie

 

Freddie Mercury foi um homem de muitos talentos e de muitas facetas. As canções que compôs para e com os Queen encheram estádios em todo o mundo e ficaram na história, mas o cantor também se aventurou por uma carreira a solo que tanto o levou aos clubes de Munique e Nova Iorque como às grandes salas de ópera mundiais.

 

 

Todas as facetas deste músico icónico podem ser redescobertas em “Freddie Mercury: Messenger of the Gods – The Singles”, uma caixa que reúne os 13 singles, cada um em vinil colorido, que Freddie Mercury lançou a solo.

 

 

Desde o seu primeiro single em nome próprio, “I Can Hear Music”, lançado então sob o nome Larry Lurex, até aos hinos influenciados pela música de dança que lançou dos anos 1980, passando pelas suas colaborações com a lendária cantora de ópera espanhola Montserrat Caballé, incluindo o intemporal “Barcelona”, esta edição permite uma autêntica viagem pela carreira de um talento ímpar.

 

 

Foi sob o nome Larry Lurex que Freddie Mercury se estreou a solo, em 1973, uma semana antes da estreia dos Queen, com “I Can Hear Music”, um lado B dos Beach Boys, e o lado b “Goin’ Back”. No entanto, foi nos anos 1980 que o cantor se empenhou ativamente no seu percurso em nome próprio. Em 1984 lançou “Love Kills”, produzido por Giorgio Moroder para a banda sonora que o produtor criou para o filme mudo “Metropolis”. Esse single mostrou como nessa altura Mercury estava empenhado em distanciar-se do som tradicional dos Queen, apostando nas muitas derivações da música disco e da culturas dos clubs de música de dança, como se viu no seu primeiro álbum a solo, “Mr. Bad Guy”. Os singles retirados deste álbum, “I was Born to Love You”, “Made In Heaven”, “Living On My Own” e “Love Me Like There’s No Tomorrow”, fazem todos parte da caixa “Messenger of the Gods”.

 

 

Já em 1987 aventurou-se pelos terrenos da ópera e da música clássica e, ao lado da soprano Montserrat Caballé, criou o célebre “Barcelona”, escolhido depois como hino oficial dos Jogos Olímpicos de 1992. Um single incontornável que agora pode ser redescoberto nesta caixa especial.

 

 

Esta edição contempla ainda dois singles póstumos de Freddie Mercury, “In My Defence” e “Living On My Own (No More Brothers Radio Mix)”, este último tornando-se o 1.º single do cantor que chegou ao n.º 1 dos tops de vendas e tendo sido o single mais vendido no mercado europeu em 1993.

 

 

Esta caixa é editada numa altura em que se assinala o 70.º aniversário do cantor, a 5 de setembro, sendo que a data será celebrada com um grande espetáculo em Montreux, cidade suíça que o músico amava.

 

 

Em Portugal a vida e obra de Freddie Mercury será celebrada em Lisboa, no Hard Rock Café, , com o evento “Freddie For A Day”.

 

 

Além dos singles em vinil, a caixa “Freddie Mercury: Messenger of the Gods – The Singles” inclui também um booklet com muitas fotografias até hoje nunca publicadas do cantor.

 

 

“Freddie Mercury: Messenger of the Gods – The Singles” também estará disponível em duplo CD e formato digital.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6327 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.