Camané encheu o Largo de São Carlos em Lisboa e revela que 2017 traz novo disco

Camané12

 

O Largo de São Carlos, em Lisboa, foi ontem (02 de Setembro), pequeno para tamanha multidão que ali se deslocou para ver e ouvir o fadista Camané, num espectáculo inserido no programa “Lisboa na Rua”, uma iniciativa EGEAC.

 

 

Camané foi ontem a voz do Fado em Lisboa. Todos os caminhos foram dar ao bonito Largo de São Carlos para ver e ouvir o fadista que apresentou-se em palco acompanhado por José Manuel Neto na guitarra portuguesa (assombroso assistir ao modo como dedilha), Carlos Manuel Proença na viola de fado e ainda Paulo Paz no contrabaixo.

 

 

Num alinhamento bem desenhado e ainda melhor interpretado, Camané apresentou temas do seu mais recente disco mas também alguns dos temas mais importantes do seu percurso artístico.  Cantou poemas de Manuela de Freitas (é bonita a ligação entre a escrita e a interpretação), Fernando Pessoa, José Mario Branco, Vitorino Salomé, Júlio de Sousa ou de João Ferreira Rosa. Temas como “A cantar”, “Ela tinha uma amiga”, “Guerra das Rosas” ou “Sei de um Rio” foram brilhantemente interpretados pelo fadista que como é seu apanágio se apresentou em palco com a voz poderosa e bem colocada, dando uma carga dramática adequada às palavras e fulgor às melodias.

 

 

Quando se diz e escreve que Camané é das mais importantes vozes do fado na actualidade, é uma constatação de facto indubitável. Na sua presença em palco e até fora dele, Camané é o Fado em forma humana. Respira-o e sente-o como poucos e isso revela-se na sua interpretação. Ontem em Lisboa na sequencia a cada tema, os aplausos eram cada vez mais fortes, terminando o espectáculo com estrondosa ovação. O público estava feliz e o motivo era o Fado de Camané.

 

 

Antes do espectáculo o Infocul falou com o fadista que sobre estas iniciativas de Fado em praças e de acesso gratuito tendo o mesmo revelado que “já faço isto há muitos anos, é raro o ano que eu não cante em espaços ao ar livre em Lisboa, para além das salas” além claro das “salas espalhadas por todo o pais em que também canto” revelando que para si “´uma honra cantar em Lisboa”.

 

 

O fadista revelou ainda que “estou a preparar um novo disco”, sendo que agora terá alguns espectáculos, depois as merecidas férias e a partir de Outubro começa a trabalhar a sério no disco, gravando-o no inicio do ano e com lançamento previsto a partir de Abril. Sobre este novo disco revela que “será totalmente diferente, é uma coisa que eu já queria fazer há muitos anos, dentro do fado, que terá uma curta duração pois em 2018 gravarei outro disco e esse sim dará continuidade ao meu trabalho”.

 

Hoje o fadista actua em Viseu e aguardemos então pelo novo disco de Camané que certamente surpreenderá o seu vasto grupo de admiradores.

 

Fotografia: Página Oficial de Facebook de Camané

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.