Câmara de Elvas aprovou voto de pesar pela morte de Joaquim Bastinhas

 

 

O Município de Elvas, terra natal de Joaquim Bastinhas, aprovou em reunião de câmara, realizada hoje, voto de pesar pela morte do cavaleiro.

 

 

No documento aprovado, lê-se “teve uma carreira de cavaleiro tauromáquico durante 50 anos, 35 dos quais como profissional, em que os níveis de popularidade e aceitação do público estiveram sempre em plano muito elevado, sendo conhecido, no meio aficionado, como “o cavaleiro de Elvas”. De resto, as cerimónias fúnebres que se seguiram à sua morte foram a mais clara demonstração de como Joaquim Bastinhas tinha o carinho, simpatia e apoio dos aficionados e do público em geral, tendo sido participadas por milhares de pessoas de vários pontos do nosso País e de Espanha. Por outro lado, quando a Câmara Municipal de Elvas decidiu construir o coliseu, Joaquim Bastinhas foi um grande entusiasta da funcionalidade tauromáquica do recinto multiusos elvense, colaborando com opiniões técnicas na sua construção e tendo doado trajes de cavaleiro para a decoração do salão VIP. Bastinhas não dispensou a sua actuação na inauguração do coliseu e nas corridas da Feira de São Mateus, onde, em 22 de Setembro passado, toureou o último touro e cravou o último par de bandarilhas da sua vida”. A autarquia elvense, aprovou este voto de pesar considerando o que Joaquim Bastinhas “fez na sua brilhante carreira, pelo trato de simpatia e cordialidade que dispensou a inúmeros elvenses e pelo que representou como grande bandeira de Elvas no mundo do espectáculo”.

 

Fotografia: Toureio.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.