Campo Pequeno: Gorada a expectativa no regresso de João Salgueiro. Brilhou João Telles Jr.

A Praça de Touros do Campo Pequeno em Lisboa recbeu esta quinta-feira, 14 de Abril, a corrida inaugural do abono 2016. Os cavaleiros João Salgueiro, João Telles Jr e o rejoneador Manuel Manzanares compunham cartel, que era completado com dois grupos de forcados e um concurso de ganadarias.

 

O cartel era apelativo e nele para além de Salgueiro constavam João Telles Jr. e o rejoneador espanhol Manuel Manzanares. O Real Grupo Forcados Amadores de Moura e o do Aposento da Moita tiveram a responsabilidade de pegar os touros das ganadarias Pinto Barreiros, David Ribeiro Telles, Santa Maria, Murteira Grave e Veiga Teixeira. O touro da pertença de São Torcato previamente anunciado foi substituído por um outro da ganadaria Santa Maria, lidando-se assim dois desta ganadaria.

 

 

A expectativa era grande para o regresso do “génio” João Salgueiro às arenas depois de dois anos sem tourear, mas a expectativa saiu “furada”. Quem brilhou foi João Telles Jr com duas excelentes lides, bastantes aplaudidas pelo público que não esgotou o tauródromo lisboeta.

 

 

Antes da corrida inaugural e resistindo à chuva, poucas dezenas de manifestantes da ANIMAL, protecção dos animais, manifestava-se em frente da porta principal soltando frases de ordem como “A tauromaquia é doentia”, “Gente educada não vai à tourada”, “Tortura não é cultura” ou “Esta praça vai fechar, as touradas vão acabar”. Os aficionados que por ali passavam, educadamente não responderam.

 

 

Já dentro da praça e após as tradicionais cortesias nas quais foi respeitado um minuto de silêncio pela morte dos ganadeiros Fernando Palha e Manuel Coimbra, abriu a função o cavaleiro João Salgueiro lidando da ganadaria Pinto Barreiros, o Barbeiro com 501 quilos.

 

 

O cavaleiro de Valada do Ribatejo construiu uma lide sem muito para contar perante touro pouco transmissor. Esteve regular, não arriscou nas sortes num regresso muito longe do seu melhor à catedral portuguesa do toureio. Pegou este touro o forcado Cláudio Pereira pelo grupo de Moura à primeira tentativa. Cavaleiro e forcado agradeceram nos médios tendo posteriormente o forcado dado volta a pedido do público.

 

 

Seguiu-se o jovem ginete da Torrinha, João Telles Jr, lidando de David Ribeiro Telles o touro Rolito com 524 quilos. Uma lide toda ela bem desenhada. Depois de cravar dois bons ferros compridos, brilhou nas bandarilhas curtas com uma brega a duas pistas, escolhendo bem os terrenos e cravando a preceito, excepção ao quinto ferro curto que ficou descaído. Uma lide mesmo assim em crescendo e que deixou bom ambiente nas bancadas. Pagou pelo grupo da Moita o forcado João Rodrigues à primeira tentativa. Ambos deram volta aplaudida à arena.

 

 

Fechou a primeira parte da corrida o rejoneador espanhol Manuel Manzanares. Nem sempre correcto nas cravagens, agarrou o público com vistosa brega a duas pistas. Pouco para o apelido que carrega. Esperava-se mais. Pegou o touro da ganadaria Santa Maria, com 512 quilos e de seu nome Ameixa, o forcado Rui Ameixa pelo grupo de Moura à primeira tentativa. Ambos deram volta à arena.

 

 

Na segunda parte, e na sua segunda lide, João Salgueiro voltou a não estar ao melhor nível, embora melhor que na primeira lide. Nesta nem o director de corrida autorizou música, o que acaba por ser um contra censo depois de ter dado na primeira sem motivo. Pegou o touro de Murteira Grave com 528 quilos, pelo grupo da Moita, à segunda tentativa, Nuno Inácio. Embora autorizada, nem cavaleiro nem forcado deram volta à arena.

 

 

Quem voltou a soltar um pouco o seu génio foi João Telles Jr, que perante o Gallito com 608 quilos de Veiga Teixeira construiu uma lide vistosa e ritmada. Bem na concepção e execução das sortes. O cavaleiro depois de já ter brilhado nesta praça no festival tauromáquico em Fevereiro voltou a deixar indicações que esta pode ser mais uma temporada de grandes triunfos para si. Uma lide em que foi toureiro, esteve a gosto, toureando na verdadeira acepção da palavra. Na pega mais aplaudida da noite, consumada à primeira, foi cara o forcado Valter Rico por Moura.

 

 

Fechou a corrida o rejoneador espanhol Manuel Manzanares e com uma lide inconstante. Perante um touro de fraca apresentação para uma praça como o Campo Pequeno, da ganadaria de Santa Maria que substituiu São Torcato, o rejoneador voltou a cometer alguns erros nas cravagens dos ferros. Não teve também direito a música e desta vez justificado. Pegou à segunda tentativa pelo grupo da Moita, o forcado José Maria Bettencourt.

 

 

A expectativa era grande, o cartel foi muito bem montado, mas no final fica muito pouco para recordar desta corrida a não ser as duas boas lides de João Telles Jr. O concurso de ganadarias foi ganho ex-áqueo pelos touros de Pinto Barreiros e David Ribeiro Telles.

 

 

 

A tauromaquia está de volta ao Campo Pequeno a 19 de Maio, corrida comemorativa do 10º aniversário da reinauguração desta praça, com a mesma composição de cartel que ocorreu em 2006. Os cavaleiros João Moura, António Ribeiro Telles e Rui Fernandes lidam touros de Mário e Herdeiros Mário Vinhas que serão pegados pelos forcados amadores de Santarém e Lisboa.

 

Foto: Campo Pequeno

 

 

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6324 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.