O Campo Pequeno recebeu esta quinta-feira, 16 de Maio, a corrida do 13º aniversário da sua reinauguração.

Em praça os cavaleiros Luís Rouxinol e João Moura Jr. e o rejoneador Pablo Hermoso de Mendoza. Perante touros Francisco Romão Tenório, pegaram os Forcados Amadores de Lisboa e Évora.

Luís Rouxinol abriu as actuações com dois compridos regulares, abrindo depois o livro nos curtos. Bem na brega, a entender um oponente que deixou-se lidar e a destacar- na preparação das sortes e na sua concretização. A passagem em falso no segundo curto não belisca em nada uma lide acertada e que culminou com um palmito (que extraordinária preparação) e o habitual par de bandarilhas no centro da arena. Muito bem, Rouxinol. Pelos Amadores de Lisboa, pegou Pedro Gil à segunda tentativa. Apesar de autorizada volta a cavaleiro e forcado, apenas o cavaleiro deu.

Pablo Hermoso de Mendoza esteve artístico. Desde a fase inicial com o touro que esteve toureiro, destacando-se uma brega ajustada, templada, arrojada e artística. O público entende o seu toureiro e valoriza-o, em Lisboa, tornando esta lide um compêndio de arte e homogénea em que de início ao fim, Pablo foi pincelando com a experiência dos 30 anos de alternativa e a alegria de uma criança. Pablo é, claramente, único! João Pedro Oliveira, pelos Amadores de Évora, pegou à segunda tentativa. Volta para o rejoneador e forcado.

Moura Jr. começou por dedicar a sua lide ao cavaleiro Francisco Palha que sofreu aparatosa queda, no domingo passado, em Salvaterra de Magos. E o segundo ferro comprido foi de boa qualidade, citando de praça a praça e com as vantagens a serem dadas ao touro. Na ferragem curta, o primeiro é de boa nota e o segundo é de risco e arte. No terceiro, como fez no segundo, fez batida ao piton contrário e a cravar ajustadamente. No quarto aguentou bem em terrenos apertados e acabou por toque na montada, logo compensado com ferro de categoria. Público em delírio e Moura Jr. a dar razão ao seu apoderado, Rui Bento Vasques, que está semana o elogiou em entrevista ao Infocul. Terminou com mais um extraordinário ferro de praça a praça e com batida ao piton contrário. Excelente lide! Pegou Duarte Mira, pelos Amadores de Lisboa, à primeira tentativa,aguentado vários derrotes e dando ideia de ter saído da cara do touro, contudo dada como consumada. Volta para cavaleiro e forcado.

Rouxinol é um triunfador e não gosta de perder. Recebeu o segundo touro do seu lote com uma porta gaiola que resultou bem, e nem um toque no momento em que se dobrava com o touro retira mérito. Nos curtos esteve com templo, sabedoria e gancho com o público. Bem na brega, preparações ajustadas, reuniões correctas e a rematar bem. Muito bem, Rouxinol. Dinis Caeiro, por Évora, pegou à segunda tentativa. Volta para cavaleiro e forcado.

Pablo voltou a extasiar o público lisboeta. Com uma lide em curto, uma brega na qual foi ‘enchendo’ cara do touro com a montada, apostou ainda numa diferenciação no toureio apresentado uma brega a duas pistas ‘cambiada’. Pablo conta com uma quadra de cavalos de elite e teve por diante um touro que lhe permitiu apresentar um rejoneio rendilhado. Excelente passagem do rejoneador navarro por Lisboa. Pelos Amadores de Lisboa, pegou Vítor Epifânio ao segundo intento. Volta para cavaleiro e forcado.

Moura Jr. recebeu o seu oponente em sorte gaiola, dobrando-se em curto e crava do dois excelentes ferros compridos, dando vantagem ao touro e reunindo bem. Na ferragem curta destaque enorme para o segundo e terceiro cravados em sorte Mourina (citando à rectaguarda e rapidamente dobrando-se para cravar em ajustada reunião). Esta sorte foi criada por seu pai, João Moura, na década de 80. Moura Jr. saiu em apoteose. Excelente lide. António Torres, dos amadores de Évora, pegou ao segundo intento. Duas voltas para o cavaleiro e uma para o forcado.

O Campo Pequeno registou excelente afluência de público, tendo a corrida sido dirigida por Pedro Reinhardt, assessorado por Jorge Moreira da Silva.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6340 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

One thought on “Campo Pequeno: Moura Jr. triunfou em noite de nota artística de Pablo e Rouxinol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.