Campo Pequeno: Queen Symphonic trouxe ‘magia’ ao repertório dos Queen (C/Fotos)

 

 

No passado dia 13 de Setembro, no Campo Pequeno, foi interpretado o legado da banda Queen ao mundo, por Queen Symphonic.

A praça de touros lisboeta encontrava-se na presença de muitos que ainda presenciaram a vida de Freddie Mercury, mas também com alguns jovens, que apesar de não ouvirem a banda na rádio, tiveram curiosidade de escutar esta diferente versão de músicas dos anos 70, 80 e 90.

Este espectáculo foi realizado pelos vocalistas Jenna Lee James, Jon Boydon, Rachael Wooding e Peter Eldridge, acompanhados por músicos britânicos, músicos da Lisbon Film Orchestra e a Banda da PSP.

Richard Sidwell, maestro responsável pelo projecto, revelou ao Infocul através de uma entrevista grandes expectativas para este espectáculo. Escusado será dizer que todas elas foram concretizadas com sucesso.

O espectáculo foi iniciado pela orquestra, que tocou uma pequena ante-visão do concerto, dando tempo para os vocalistas entrarem em palco e deixarem Jon na liderança, cantando “Seven Seas Of Rhye”.

É importante destacar o talento de todos aqueles que estiveram em palco. O poder das vozes e a conjunção de todos os instrumentos permitiram ao espectador uma experiência única. Mesmo quem não aprecia orquestras irá apreciar este espectáculo: toda a sinfonia adiciona uma certa magia ao legado da banda britânica.

Ao longo deste concerto, foram interpretados temas como “Under Pressure”, “Love of My Life”, “Radio Gaga”, “The Show Must Go On” e “Bohemian Rhapsody”, que foram interpretados com fidelidade pelos artistas.

Após a interpretação da última música referida, os artistas saíram de palco, mas o público batia palmas ao som de “We Will Rock You”, fazendo os artistas regressarem ao palco para cantar esse grande êxito dos Queen e “We Are The Champions”, terminando assim o espectáculo.

Apesar de a sala não ter esgotado, o público português aplaudiu sempre após cada música, tendo também levantado-se para dançar ao som de “A Crazy Little Thing Called Love”.

Dia 14 de Setembro, o espectáculo irá repetir-se no mesmo recinto, na capital portuguesa.

 

Texto: Mariana Nave
Fotografias: João de Sousa

Mariana Nave

Em Fevereiro de 2019, começou a trabalhar com o projecto Infocul.pt, sendo este também o primeiro projecto com que colabora. Apesar de ainda não ter um longo percurso, continua a trabalhar sempre com o objectivo de melhorar as suas capacidades no ramo da comunicação social.

Mariana Nave has 8 posts and counting. See all posts by Mariana Nave

Mariana Nave

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.