Carminho actua no Bons Sons e grava disco com temas de Tom Jobim

Maiza Monte convida Carminho20

 

A fadista Carminho sobe a palco no Festival Bons Sons, em Cem Soldos, no dia 14 de Agosto. Ao Infocul abordou não só o seu concerto como também a evolução deste festival que aposta na portugalidade.

 

 

“Acho o Festival Bons Sons uma grande iniciativa. Para já é muito interessante do ponto de vista do lugar e dos espaços onde acontecem os concertos. Depois, os próprios concertos apostam numa programação de música portuguesa e também na tradição. Não só no Fado mas um pouco por toda a tradição musical portuguesa e depois pelo facto de ser uma aldeia reservada para aquele festival. É muito bonito e acho que as pessoas gostam muito e sentem-se bem e eu estou muito feliz por fazer parte da programação deste ano” começa por nos dizer a fadista

 

 

Na aldeia de Cem Soldos, Carminho informa-nos que “o concerto deste festival vai ser um concerto baseado no último disco,” Canto”, mas claro que faço um repertório sempre passando por alguns dos temas que fazem parte do meu percurso desde o primeiro disco e levo uma formação um pouco mais alargada, com percussão que vem corresponder à sonoridade do último disco. Mas também sempre com o fado tradicional como base primordial do concerto”. 

 

 

“Em palco estarão comigo 5 músicos. O trio tradicional de fado com uma guitarra portuguesa, viola e baixo acústico. Depois, percussão e teclados com acordeão. É a musicalidade que faz parte deste último disco,” Canto”, e que integra o som e a musicalidade tradicional que tenho feito. Claro que o fado tradicional estará sempre presente” acrescenta-nos quando questionada sobre a formação de músicos que a acompanhará em palco, antes de nos dizer que “para este concerto não vou ter convidados. Vou fazer o meu concerto e vou preparar um tema ou outro especial”.

 

 

A fadista está também a preparar um novo disco, um dico muito especial com temas de Tom Jobim, “estou a gravar no Brasil um disco a convite da família Jobim só de repertório do Tom Jobim, escolhido por mim para interpretar. A banda são os músicos que eram a sua última banda, chamada de “Banda Nova”,com o filho Paulo Jobim, o neto Daniel Jobim e Jacques Goldenbaum,também nos arranjos de cordas e a tocar violoncelo. O disco vai sair para o natal” revala-nos.

 

 

O Infocul agradece à Ruela Music as facilidades concedidas para a realização da entrevista com a fadista Carminho.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6260 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.