“Cartography for Peace“: Suzana Queiroga expõe sobre a paz, no Porto

 

 

De 26 de Janeiro a 16 de Março, a galeria Sput&nik the Window, no Porto, recebe a exposição “Cartography for Peace“, com o objecto da mesma a ser a paz, pela artista plástica brasileira, Suzana Queiroga.

Em nota enviada às redacções, é descrito que “E se fosse possível cartografar a Paz? Certamente exigiria pensar nos seus fluxos e refluxos. Nos recuos e avanços. Acima de tudo, implicaria parar, pensar, sentir… o Outro”.

Este “é um projecto a longo prazo, para ser realizado de diferentes formas em função das histórias e características de cada local, cidade e país. Trata-se de um trabalho que pretende gerar uma pausa e reunir subjetividades em torno da ideia da Paz e das suas componentes”, acrescenta ainda o comunicado.

Nesta exposição “a artista explora ora mapas inventados, ora estuda as diferentes regiões, plantas citadinas e os tecidos urbanos, traduzindo-os em materiais como o papel, guache e recortes”, até porque “partiu de um estudo sobre os sistemas e subsistemas citadinos, redes visíveis e invisíveis existentes nas metrópoles, sejam estas, redes de telecomunicações, de transportes, de eletricidade, de alimentação ou redes de histórias e pensamentos”. O Ojectivo é “conferir uma dimensão pública às suas obras de arte, aliás a componente táctil do trabalho de Queiroga é o fio condutor, comum em todo o seu trajeto cultural”.

Do percurso da artista é ainda destacado o projecto “Ver e Sentir através do toque” patente no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro; ou a exposição “Ah, Molécula” no Museu do Amanhã, RJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.