Casa do Design inaugura exposição sobre capas de discos

Casa de designr

 

A Casa do Design, em Matosinhos, inaugura no dia 04 de Maio, a partir das 17:00, a exposição “Discos Orfeu — Imagens, Palavras, Sons”. Esta exposição estará presente até ao dia 12 de Junho e mostrará o design de algumas das capas de LP que marcaram a cultura portuguesa.

 

 

“Discos Orfeu — Imagens, Palavras, Sons (1956-1983)” tem mostra a história da editora discográfica criada no Porto, em 1956, por Arnaldo Trindade, e que foi responsável por um dos mais singulares percursos de uma instituição cultural portuguesa. Esta editora iniciou a sua actividade com a edição fonográfica em disco de vinil de grandes vultos da literatura portuguesa, como Miguel Torga, José Régio ou Eugénio de Andrade. As capas destes discos, que marcaram pela sua modernidade, são da autoria do pintor Moreira Azevedo. 

 

 

A Orfeu desde cedo começou a criar uma identidade diferenciada também ao nível do seu catálogo musical, inovador e diversificado, justificando a divisa que durante muito tempo ostentou: “Disco é Cultura”.

 

 

“Discos Orfeu — Imagens, Palavras, Sons (1956-1983)” concederá natural destaque ao trabalho gráfico das capas de discos, nas quais se destacam designers como José Santa-Bárbara, Fernando Aroso, José Brandão, José Luís Tinoco ou Alberto Lopes, e à importância de fotógrafos como Fernando Aroso, Eduardo Gageiro, Álvaro João, Nick Boothman, João Paulo Sotto Mayor ou Patrick Ullmann.

 

 

“Discos Orfeu — Imagens, Palavras, Sons (1956-1983)” é a primeira grande exposição dedicada à emblemática editora, que, refira-se, chegou a gravar um disco por semana, tendo sido responsável pelo lançamento de um grande número de novos músicos, como foi o caso de Adriano Correia de Oliveira ou Zeca Afonso.

 

 

A exposição estrutura-se em cinco núcleos principais: “No início era o verbo” (1956-1959); “Trovas do Vento que passa” (1960-1967); “Vozes da Revolução” (1968-1975); “Entre Vénus e Marte” (1976-1979) e “O fim da aventura” (1980-1983).

 

 

Com curadoria de José Bártolo, responsável pela apresentação das principais capas ou do primeiro contrato de José Afonso com a Orfeu, a exposição, que terá uma programação alternativa que vai juntar artistas da Orfeu e coleccionadores, dá continuidade à aposta da Casa do Design de Matosinhos na investigação e divulgação da história do design português. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.