Katia Guerreiro

 

No Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, 10 de Junho, Katia Guerreiro sobe a palco no Jardim Municipal de Oeiras, num espectáculo inserido nas festas locais.

 

 

Katia Guerreiro é das mais importantes vozes do fado, actualmente, com um percurso feito a pulso e uma das maiores divulgadoras da língua de Camões e do Fado além fronteiras, onde frequentemente esgota as mais importantes salas.

 

 

Para dia 10 de Junho, em Oeiras, revela em entrevista ao Infocul que “é naturalmente o dia de celebrar a língua portuguesa e o dia de Portugal. Estamos a pensar num alinhamento especial que passa por homenagear o país, a língua e os poetas”.

 

Em palco estará acompanhada por “Pedro Castro e o Eurico Dionísio nas guitarras portuguesas, o João Veiga na viola e o André Ramos na viola baixo”.

 

 

Para quem cada vez que sobe os palco se veste com tudo o que significa ser português, este é o dia de expressão maior da portugalidade. Neste dia tenho muita vontade de recuperar temas que tão intimamente sinto que toco cada pedaço do meu país” diz-nos sobre a importância do 10 de Junho para si.

 

 

Recentemente, 22 de Maio, Katia Guerreiro subiu ao palco do MEO Arena como convidada de Plácido Domingo. Uma experiência única, dentro e fora de palco. “Cantar com Plácido foi a maior honra que poderia ter recebido na minha carreira. Mas o que foi extraordinário em palco não consegue superar o que ganhei a nível pessoal com este Senhor. Plácido ė muito mais do que uma voz extraordinária voz em plena forma aos 76 anos de idade. Ė um homem simples, interessante e interessado, de uma generosidade que conheço em muito pouca gente. Já nos conhecíamos há muito tempo mas a nossa amizade, que entretanto se estendeu à família mais próxima, ganhou raízes”, diz-nos.

 

 

Ao longo da sua carreira, tem efectuado muitos duetos, daí questionarmos quem escolheria para um dueto, ou com quem falta efectuar um dueto, com a fadista a referir que “ainda tenho muito para andar e a vida se encarregará de me trazer o que merecer. Mais imediato, poderia ser um dueto com um dos meus outros ídolos, que tenho a sorte de ser também minha amiga, a grande Luz Casal”.

 

O Até ao Fim tem-me feito viajar e sonhar em cada concerto. Diria, nesta altura, que ė uma tournée de viragem, onde me reinventei, sem ter perdido a essência do que sou enquanto artista e mulher” diz-nos quando questionada se já seria possível fazer um balanço da digressão deste último disco.

 

 

O próximo disco “já está a ser trabalhado. Espero que no final deste ano possa sair. Mas ainda ė cedo. Eu nunca tenho pressa, tenho ė vontade de fazer bem e bonito, de preferência, bem rodeada a todos os níveis”, acrescenta.

 

 

Mas novidades podem não ficar por aqui, porque em Oeiras pode haver convidados, sendo que a artista revela “ainda não sei. Vamos ver…”.

 

 

O concerto de Katia Guerreiro no Jardim Municipal de Oeiras, a 10 de Junho, tem início pelas 22:00.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6661 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.