Chamusca celebra 500 Anos do Nascimento de Ruy Gomes da Silva

sdr
sdr

 

O Município da Chamusca celebra os 500 anos do nascimento de Ruy Gomes da Silva, que se comemora a 27 de Outubro, com um Encontro de Bibliotecas Itinerantes e uma Palestra. Estas actividades realizam-se entre os dias 27 de 29 de Outubro.

 

 

Ruy Gomes da Silva foi uma figura marcante do séc. XVI, filho de D. Francisco da Silva e de D. Maria de Noronha, senhores de Ulme e Chamusca, tendo estes lugares sido elevados a vilas através da sua influência junto de D. Catarina (na menoridade de D. Sebastião) .

 

 

Numa singela homenagem, o Município da Chamusca entendeu perpetuar o seu nome, através da Biblioteca Municipal, bem como  do recente projecto da Biblioteca Itinerante “Biblioteca do Ruy”.

 

 

Desta forma e para assinalar a data estão agendadas as seguintes atividades:

 

A 27 de Outubro realiza-se Palestra “Ruy Gomes da Silva, entre o homem e o príncipe”, por Guillermo Rocafort Pérez. Este é licenciado em Ciências Politicas e Empresariais pela Universidade Autónoma de Madrid, professor de Economia Pública e Economia Empresarial na Universidade Carlos III de Madrid e analista politico. É o  autor, entres outras publicações, de “El principe de Éboli” (2007), traduzido e editado em Portugal com o título de “O Príncipe da Paz” (2008). Nesta palestra serão abordados os feitos de Ruy Gomes da Silva e alguns factos que com toda a certeza irão reforçar a imagem de lealdade e amizade, diplomacia e tolerância;

 

Nos dias 28 e 29 de Outubro, e sendo Ruy Gomes da Silva patrono da Biblioteca Municipal, o Município considerou pertinente realizar este I Encontro de Bibliotecas Itinerantes, uma oportunidade única de aliar este facto às comemorações dos 500 anos do seu nascimento.Subordinado ao tema “Itinerâncias – caminhos para novas narrativas”, este Encontro visa fomentar a partilha de experiências, projectos, saberes e ideias através do livro e da leitura “;

 

Para finalizar as comemorações, no dia 29 de Outubro realiza-se a apresentação do livro “Ruy Gómez de Silva, de Privado de Felipe II a Señor de Vasallos” de Aurelio Garcia López, doutor em História pela Universidade de Alcalá, trabalha como arquivista e em vários projetos de investigação outorgados por instituições culturais internacionais, centrados na comunidade mourisca de Pastrana, religiosidade popular e sociologia do Renascimento. Com várias publicações e prémios obtidos, a sua última biografia é dedicada a Ruy Gomes da Silva.

 

 

Em “O príncipe de Éboli” e “duque de Pastrana”, Ruy Gomes da Silva, regressa simbolicamente durante três dias à sua terra Natal, nesta comemoração dos 500 anos do seu nascimento, com a certeza que todos ficarão a conhecer melhor a vida e obra desta figura incontornável do séc. XVI, com uma ligação profunda ao concelho da Chamusca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.