Claire de Santa Coloma é a grande vencedora do Prémio Novos Artistas Fundação EDP

DSCF9750

 

 

O júri da 12ª edição do Prémio Novos Artistas Fundação EDP escolheu a argentina Claire de Santa Coloma como a grande vencedora. Para os membros do júri, o trabalho de Santa Coloma apresenta uma invulgar independência.

 

 

O trabalho de Claire de Santa Coloma é rico em choques e sobreposições icónicas e funcionais. Esta instalação, educada e submersiva, não deixa nada fechado em relação ao futuro e leva-nos a pensar nas noções de individualidade e de interioridade.

 

 

A arte de Claire de Santa Coloma, que trabalha em Lisboa, convida o espectador a usar o tempo, a olhar, ver e raciocinar. A obra apresentada pela artista plástica é para o júri um exemplo de dedicação e uma reafirmação de liberdade, que valeu um prémio de 20 mil euros. Este dinheiro vai servir para a continuação dos seus estudos ou do trabalho de criação e investigação do artista e à internacionalização da sua carreira.

 

 

Para além de Claire de Santa Coloma, Ana Guedes recebeu uma Menção Honrosa pela sua originalidade e pela sua capacidade em conjugar o som, espacialidade e uma narrativa crítica. Esta artista de 33 anos coloca em prática a ideia de uma escultura sonora para um patamar de complexidade em que se sobrepõem questões de perceção, autobiografia ou memória histórica.

 

 

O Prémio Novos Artistas Fundação EDP destina-se à revelação de novos valores da criação nacional, na área das artes plásticas. Os vendedores dos anos anteriores foram: Joana Vasconcelos, Leonor Antunes, Vasco Araújo, Carlos Bunga, João Maria Gusmão e Pedro Paiva, João Leonardo, André Romão, Gabriel Abrantes, Priscila Fernandes, Ana Santos ou Mariana Silva.

 

 

Os seis trabalhos dos finalistas deste prémio podem ser vistos até ao dia 09 de Outubro na Central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.