O Campo Pequeno encerra a sua temporada tauromáquica a 10 de Outubro, pelas 21:45, com a tradicional Corrida de Gala à Antiga Portuguesa.

Rui Bento Vasques, director de actividades tauromáquicas, disse ao Infocul que “a corrida de gala tem por si só um cariz importantíssimo e posso dizer-lhe que anunciámos o cartel na segunda-feira e já tínhamos mais de 500 bilhetes vendidos mais os 600 abonos, ou seja, antes do cartel ser público já tínhamos 1100 bilhetes vendidos. Isso significa que o cortejo, o que é tradição e o fechar de temporada em Lisboa tem um peso muito específico”.

Sobre o cartel, explicou que “à parte de triunfadores, temos de juntar argumentos e atractivos, que não só justifique o facto de se fazer um dia especial. E neste caso vamos entregar o prémio Prestígio, penso que de uma forma muito justa, ao maestro António Ribeiro Telles, que curiosamente actuará na sua corrida número 100 no Campo Pequeno; o Rui Fernandes que abriu a temporada, num corrida Silva, ainda não tinha voltado ao Campo Pequeno (aliás não toureou muito em Portugal), tinha de estar pela grande figura do toureio que é; o João Moura Caetano que não tinha ido ao Campo Pequeno, não aceitou outras ganadarias na parte inicial da temporada e está a tourear bastante, entra neste cartel também; Ana Rita, indiscutivelmente, é a toureira que está a fazer uma temporada de êxitos continuados (e verdade seja dita, não se lhe está a reconhecer os méritos e os triunfos que tem atingido fora) e eu penso que é de toda a justiça que esteja anunciada na corrida de gala. E dos toureiros mais jovens, independentemente de ser apoderado ou não, o Luís Rouxinol Jr. este ano catapultou-se para a primeira fila, dos toureiros jovens aquele que tem tido actuações de triunfo, com todo o tipo de ganadarias e actuações nas praças de maior categoria, e portanto está por mérito próprio. E obviamente que tínhamos de dar oportunidade a um jovem que tomou alternativa esta temporada, com corridas de grande responsabilidade, e uma confirmação de alternativa é sempre desejada e sonhada, tanto para o cavaleiro António Prates como também para os aficionados, e a empresa vai dando oportunidades a quem tem mostrado aptidões para vir a ser figuras”.

O Campo Pequeno ainda não esgotou nenhuma corrida esta temporada, Rui Bento Vasques diz que “obviamente que gostaria que fossem as duas, mas pelas circunstâncias que já referi, penso que seria muito importante para a a festa que a corrida de gala, pelo seu conteúdo e por ser televisionada através da RTP1, terminarmos com uma praça com lotação esgotada seria o máximo”.

Sobre os motivos para o Campo Pequeno ainda não ter esgotado esta temporada, explicou que “é a pergunta de um milhão, porque pensamos, damos voltas, tentamos corrigir e ir buscar outras coisas, mas a verdade é que no aspecto geral, tanto no Campo Pequeno como na temporada portuguesa, está a ir mais público continuadamente. Efectivamente faltou lotação esgotada. Vamos continuar a trabalhar, tentar nestas duas, penso que na de gala vamos conseguir isso, para que no Campo Pequeno e noutras praças consigamos convencer os aficionados e os não tão aficionados a ir às praças. Contudo penso que, em termos de público nas praças, é uma temporada muito, muito importante”.

Recordamos que as duas últimas corridas desta temporada no Campo Pequeno acontecem a 27 de Setembro e 10 de Outubro.

Na corrida de gala à antiga portuguesa, integram cartel António Ribeiro Telles, Rui Fernandes, João Moura Caetano, Ana Rita, Luís Rouxinol Jr. e António Prates ( que confirma a Alternativa), bem como os grupos de Forcados Amadores de Montemor e do Aposento da Chamusca. Serão lidados seis imponentes toiros de António Raul Brito Paes.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6757 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.