A Costa da Caparica é sinónimo de grandes performances no mar e grandes espectáculos em terra

caparica1

 

De guitarra debaixo do braço e prancha presa aos pés, o Caparica Primavera Surf Fest vai celebrar o melhor do surf com o poder das guitarras e dos hinos eternos que são tocados quando o sol se põe. A animação vai estar garantida em 10 dias recheados de grandes emoções.

 

 

A elite do Surf português e internacional junta-se na Costa da Caparica em três provas da World Surf League (WSL). Entre 10 e 15 de Abril, o Caparica Pro, etapa da World Qualifying Series (WQS), o Caparica Junior Pro, etapa do Pro Junior, para atletas sub-18, e uma etapa do Longboard Tour, trazem surf de classe mundial às praias do concelho de Almada.

 

 

No Caparica Pro o foco vai estar em Francisco Alves, filho da terra que aposta na etapa em casa para cimentar o regresso à competição depois de um ano de paragem por lesão, e João Kopke, o surfista se Carcavelos é igualmente conhecido pelo seu talento como músico (toca contrabaixo clássico e estuda canto lírico).

 

 

Na etapa júnior da WSL, Afonso Antunes, Guilherme Ribeiro e Mafalda Lopes, na competição feminina, são nomes a reter, com grandes possibilidades de fazer mossa no pelotão de surfistas internacionais que se deslocam à Caparica. Natural destaque também para a campeã em título, Teresa Bonvalot, que fará o pleno no QS e na prova júnior.

 

 

De 13 a 15 de Abril as cores nacionais vão ser defendidas por João Dantas no Caparica Long Board. Para além do campeão nacional em título também vão estar presentes Luís “Lufi” Bento, atleta e shaper de renome mundial e José de la Fuente, várias vezes campeão nacional.

 

 

Miguel Gomes ficou com o árduo trabalho de escolher os wildcards desta edição que foram atribuídos ao bicampeão regional de Longboard Tiago da Nova e ao natural da Costa da Caparica, Filipe Baptista.

 

 

Do cartaz musical do Caparica Primavera Surf Fest vai haver um dia dedicado ao melhor do rock. Na noite de 08 de Abril os veteranos punk Tara Perdida continuam a carregar o espírito de João Ribas, alinhando hinos que várias gerações conhecem de cor e uma aura de resistência que é só deles. Em 2016 lançaram o álbum, “Metamorfose”, em formato acústico, com Tiago Afonso a assumir o microfone e a carregar a banda para o futuro. 

 

 

Gonçalo Bilé, Ivo Palitos e Ricardo Pires são os Trevo. Este power trio têm algumas surpresas preparadas para o Caparica Primavera Surf Fest, como adiantam: “No Caparica Primavera Surf Fest estamos em casa! Temos todos os elementos que precisamos para tocar a nossa música: sol, surf, skate e boa energia! Vamos tocar a grande maioria dos temas do nosso álbum de estreia e outras músicas que acabaram por não entrar. Sendo que actuamos no mesmo dia que os nossos comparsas da Tara Perdida, pode ser que aconteça alguma surpresa!”.

 

 

Do rock para o rap, no Caparica Primavera Surf Fest actua Allen Halloween um dos mais originais rappers portugueses. Halloween tem alma de rocker: já samplou Rammstein ou Nick Cave na sua música, já pisou o palco ao lado de Tó Trips e agora prepara um lançamento, “Unplugueto”, em que promete dar às canções um recorte mais live e rock, com as guitarras em alto destaque. A expectativa está em alta para o concerto no Caparica Primavera Surf Fest.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.