Couple Coffee: A (bonita) homenagem a Fausto Bordalo Dias

couple coffee

 

 

“Fausto Food” é o mais recente trabalho discográfico de Couple Coffee, de Luanda Cozetti e Norton Daiello, numa homenagem à obra de Fausto Bordalo Dias. Em entrevista ao Infocul, Norton Daiello, fala sobre o disco e todo o trabalho de produção.

 

 

 

O novo disco conta com 11 faixas, sendo 10 obras de Fausto Bordalo Dias. A roupagem dada a canções icónicas, transporta-nos para a marca qualitativa indelével da dupla Luanda & Norton. Um trabalho bem conseguido e que promete não deixar ninguém indiferente.

 

 

 

Qual a ligação entre Couple Coffee e Fausto Bordalo Dias?

Temos uma longa admiração e respeito pela obra do Fausto, era um desafio que um dia queríamos concretizar. Termos gravado 5 álbuns nestes 12 anos de Portugal deu-nos a coragem e a bagagem necessária para isto acontecer no tempo certo.

 

 

 

Quando surge a ideia de o homenagearem neste disco?

Depois do álbum de originais em 2011 (Quarto Grão) fizemos a reedição em 2015 do álbum “Co’as Tamanquinhas do Zeca!” (2008) com duas faixas novas bônus track. Isto reacendeu a vontade de repetir a aventura mesmo antes do próximo de originais.

 

 

 

Não é um risco pegar nestas canções icónicas? Mesmo, que neste disco, o resultado seja de elevada qualidade?

É um risco e um gosto imenso, mais que tudo uma diversão. Não são só simples canções, é um universo complexo de letras, melodias, harmonias, arranjos, formas e conceitos. “Reinventar” a obra do Fausto é como pintar um novo quadro com algumas mesmas tintas e pincéis numa tela diferente, as possibilidades são infinitas e é imprescindível manter o padrão do bom gosto e respeito. Mudar e mexer em algo esteticamente perfeito respeitando a essência do original é um trabalho tanto intelectual quanto musical, o desafio é mais este.

 

 

 

Acham que o público português tem real noção da importância e qualidade da obra de Fausto Bordalo Dias?

No meio musical ele é uma unanimidade. “Nossa, como vocês são corajosos!” é a frase que mais ouvimos durante o processo. Fausto pelo que percebi é um dos compositores e arranjadores mais respeitados há muito tempo.

 

 

 

Porquê a escolha do nome “Fausto Food” que facilmente se pode confundir com “Fast Food”?

Trocadilhos é sempre tentador, nosso nome Couple Coffee já é um. Neste caso o significado é ao contrário, é um disco para se degustar bem devagar e bem alto.

 

 

 

Em termos de pesquisa quanto demorou escolher a selecção das obras de Fausto que colocariam neste disco?

Esta missão quase impossível cabe à Luanda, ela escolhe as músicas pela letra e pela história que o disco quer contar. Depois disto é que vêm os arranjos e a sonoridade de cada parte dessa história, como uma ópera. Os discos da Fausto ouvem-se como óperas e só assim se justifica deixar algumas músicas de fora.

 

 

 

11 canções, sendo 10 de Fausto Bordalo Dias. Qual a que mais vos emociona?

Cada canção é um filho, o que emociona é o orgulho do longo processo até o resultado final de cada uma. São todas muito particulares, injusto dizer que o filho X emociona mais do que o filho Y.

 

 

 

Como convidam o público a ouvir este disco?

Como já disse, degustá-lo bem devagar, bem alto e…mais de uma vez! Ah,e de preferência com o encarte para ir acompanhando as letras.

 

 

 

Em termos de espectáculos o que já está marcado e que pode ser anunciado?

A tournée está sendo montada com todo o carinho. Em breve as datas serão anunciadas. Mas, para começar com o pé direito, convidamos todos a irem ao Festival F ,em Faro, dia 31 de Agosto. Será a primeira vez que o disco será apresentado na íntegra!

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.