A Praça de Touros das Caldas da Rainha recebeu hoje, 15 de Agosto, a 138ª Corrida de Touros do 15 de Agosto, a mais antiga de Portugal.

Em praça os cavaleiros António Ribeiro Telles e Manuel Telles Bastos e o matador de touros Joaquim Ribeiro ‘Cuqui’.

Pegou, em solitário, o grupo de Forcados Amadores das Caldas da Rainha.

Guardou-se um minuto de silêncio em memória de Maria Gloria Santos e Paulo Brás.

Lidaram-se touros das ganadarias de David Ribeiro Telles e Vale do Sorraia.

António Telles abriu as actuações, frente a um touro com 505 Kg, da ganadaria Vale do Sorraia. Uma actuação de menos a mais. Telles porfiou muito, perante oponente complicado e inicialmente desinteressado, contudo terminou em plano elevado. Destacam-se, pela positiva, três bons ferros curtos e o labor e brega do cavaleiro.

Manuel Telles Bastos enfrentou um exemplar da ganadaria Vale do Sorraia, com 515 Kg. Uma lide regular, com alguns lampejos da qualidade a que Manuel nos habituou.

Joaquim Ribeiro ‘Cuqui’ fez o tempo parar e a arte atingir outro patamar. O matador de touros português desenhou uma obra de arte frente a um bom touro. Inacreditável a falta de oportunidades a este homem, num país em que se repetem cartéis de semana a semana. Uma faena intensa, profunda e bem desenhada perante um bom touro da ganadaria de David Ribeiro Telles, na qual soube ser templado, artístico e com um fio condutor desde o capote à muleta e sem esquecer o tercio de bandarilhas que cumpriu com brilhantismo.

António Ribeiro Telles enfrentou um touro com 535 Kg, da ganadaria de David Ribeiro Telles. Uma actuação com selo de qualidade Telles. Toda ela em crescendo, com forte impacto na brega e na escolha dos terrenos, entendimento correcto das distâncias que o touro pedia e a cravar a preceito. Dois ferros de excelente nota destacaram-se. Boa actuação do cavaleiro ribatejano.

Manuel Telles Bastos encerrou as actuações, frente a um touro com 545 Kg, da ganadaria de David Ribeiro Telles. Uma lide de boa qualidade do cavaleiro, com destaque para o estilo clássico imposto na brega e no desenho das sortes.

Pelos Amadores das Caldas da Rainha foram à cara Duarte Manuel (primeira tentativa), Duarte Palha (terceira tentativa), Francisco Esteves (segunda tentativa) e Lourenço Palha (primeira tentativa).

Antes da lide do terceiro touro, por Cuqui, foi entregue placa de homenagem a familiares de Paulo Brás.

Corrida dirigida por Ana Pimenta, assessorada por José Manuel Lourenço.

Foram vendidos todos os bilhetes disponíveis para esta corrida, de acordo com as directrizes da DGS.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6769 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

One thought on “‘Cuqui’ em tarde inspirada, nas Caldas da Rainha

  • Avatar

    A feira de 15de agosto nao poderam fazer.mas a tourada ja poderam fazer… Olhem bem o distanciamento no público… VERGONHA

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.