Da Costa da Caparica a Almada: vibram todas as cores!

costa

 

O Caparica Primavera Surf Fest vai trazer à Costa da Caparica e a Almada o melhor do desporto e os melhores concertos. O evento promete um cartaz variado, cheio de diferentes nuances musicais. O reggae terá um lugar de destaque na programação, pensada para diferentes tipos de público, mas também para unir transversalmente quem procura na música uma forma de celebrar a liberdade, a juventude e a alegria.

 

 

Cabo Verde, Angola, Portugal vão estar representados em palco no mesmo dia. A noite de dia 13 terá como pontos altos da programação as actuações de Virgul, Freddy Locks, Jay Moreira & Os Bandidos e Djeff Afrozila.

 

 

O ex-Da Weasel, Virgul, que agora apresenta-se sozinho em palco, cruza o hip hop, a soul e o reggae e até as cores de África numa música carregada de alma e de ritmo. Na noite de dia 13 o músico apresenta-se na cidade que o viu nascer.

 

 

Freddy Locks é um dos maiores nomes da cena reggae nacional e promete novidades fortes: “Conheço bem a zona, passei muitas vezes férias na Caparica e sinto-me perfeitamente em casa, aí. É um lugar com uma vibe muito particular. Este vai ser o meu primeiro grande espectáculo do ano, com a banda toda, e vamos apresentar um alinhamento novo, com novos arranjos e certamente levantando já o véu do álbum novo que estou a preparar com duas ou três músicas novas que terão aí a sua estreia absoluta“.

 

 

O reggae é o ritmo que vai marcar a noite do dia 13 de Abril no Caparica Primavera Surf Fest. O tempero está no crioulo e na cachupa. Jay Moreira vai estrear-se em festivais portugueses, depois de uma longa experiência acumulada em eventos paralelos em Cabo Verde: “Posso garantir“, afirma o líder de Os Bandidos, “um espetáculo cheio de brilho, com muita energia em palco. Estamos mesmo muito ansiosos por esta estreia e posso garantir que o ‘Música Doda’, que é sempre um êxito em Cabo Verde“.

 

 

Para além da música, o desporto vai ser o “rei” dos dias do Caparica Primavera Surf Fest. Nesta edição a escolha dos wildcards cabe a Miguel Gomes (da ASCC). Rita Pires, 13 vezes campeã nacional de bodyboard é uma lenda dos desportos de ondas em Portugal e regressa à competição para este evento em casa depois de um afastamento que a levou, inclusive, a passar algum tempo fora do país.

 

 

Na variante de Dropknee, a bandeira da terra será transportada pelo campeão regional David Rafachinho, rider que se destaca em prone mas, sobretudo, na especialidade de Dropknee e Miguel Rocha, outro veterano da terra, pouco dado à competição mas com créditos sólidos como “freesurfer” nas praias capariquenhas.

 

 

Paulino Pereira é cabeça de cartaz no Kitesurf. O desportista estará presente no “Best Trick Award”, competição que premeia a melhor manobra. Terceiro classificado no Campeonato do Mundo de Strapless Freestyle, o madeirense promete divertir-se, mas sem enjeitar repetir o sucesso do ano passado. 

 

 

Ganhei o ‘Best Trick Award’ do ano passado e é claro que gostaria de repetir o feito este ano. É sempre um prazer participar neste evento e espero poder mostrar um pouco o que é o kite a quem venha ao Caparica Primavera Surf Fest“, conta o desportista.

 

 

O Windsurf terá uma competição similar, um “Best Trick Award”.

 

 

Teremos, à semelhança do ano passado, todos os dias, baptismos de windsurf, em que tentaremos explicar a todos os interessados os fundamentos desta modalidade, e depois, ao final do dia, se as condições de mar o permitirem, uma expression session com todos os atletas presentes. O culminar disto será um ‘Best Trick Award’ em que o espectáculo é sempre o objectivo principal“.

 

 

Espera-se assim o regresso de uma das imagens de marca do Caparica Primavera Surf Fest, muitas velas no ar a emprestar um colorido diferente às praias do Paraíso e do Dragão, os locais que serão o epicentro do evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.