Dengaz e Richie Campbell aqueceram a primeira noite do Festival Liberdade

arrowarrow


A Quinta do Braancamp em Alburrica, no Barreiro, recebeu ontem o primeiro dia do Festival Liberdade, tendo como pontos altos os concertos de Dengaz e Richie Campbell.

O Festival Liberdade é organizado pela Associação de Municípios da Região de Setúbal contando também com a participação do movimento associativo juvenil da região e tem como objectivo comemorar os valores de Abril, protagonizar um espaço de convívio, apresentando um cartaz ecléctico em que o publico pode disfrutar de musica, street art, desporto, teatro entre muitas outras actividades com total acesso e gratuito.

 

 

No Dia de Portugal, 10 de Junho, o vento foi mesmo o maior inimigo dos festivaleiros devido à intensidade com que se fez sentir e o pó que levantou. Mas que não foi suficiente para afastar milhares de jovens e adultos da festa que atingiu o seu clímax com o concertos de Dengaz e Richie Campbell.

 

 

Mas antes disso pudemos assistir a um espectáculo muito bem conseguido do Cavalinho da Humanitária na Tenda da Juventude. Constituido por um grupo de jovens que recriaram alguns temas bem conhecidos e que mostraram valor, boa disposição e uma margem de progressão imensa, fazendo-nos querer que a musica em Portugal terá um futuro risonho.

 

 

No Palco Paz, dedicado aos jovens valores dos municípios da região de Setúbal, actuaram Xplain (Montijo), Lyrical Minds (Alcochete), Since Today (Santiago do Cacém), Margem Soul (Almada), Skyard Band (Barreiro) e Rysko (Sesimbra). Ainda com um longo caminho a percorrer e com muito para melhorar, estes grupos tiveram pouco publico a assistir. O objectivo deste palco é proporcionar um momento em que os novos valores da região possam demonstrar a sua qualidade.

 

 

Pelas 22:00, passavam poucos minutos, subiu ao palco Liberdade a Kumpania Algazarra para durante mais de uma hora (excederam o tempo previsto de concerto, atrasando os restantes) aquecerem o público (o frio era bastante). Atingiram o objectivo e conseguiram agarrar o público que acedeu a todos os pedidos da banda.

 

 

Pelas 23:30 Dengaz fez pela primeira vez e verdadeiramente tremer o recinto. Foi ele o responsável pela primeira explosão de alegria no público. A sua música transmite verdade, sentimento e facilmente identifica estórias comuns, de cada um de nós.  O Hip Hop é o fio condutor de toda a sua sonoridade no alinhamento de ontem constaram todos os seus hits o que agradou ao público. Dengaz é energia pura em movimento, mas acima de tudo musica de qualidade em português.

 

 

Pelas 01:30 da madrugada subiu a palco o cabeça de cartaz do primeiro dia do Festival Liberdade. Richie Campbell tem talvez dos percursos mais interessantes na musica em Portugal. O reggae não é um dos géneros mais aclamados em terras lusitanas e o crescimento que tem tido deve em parte a Richie Campbell que nunca se desviou do seu rumo e conseguiu a pulso fazer valer a sua qualidade em Portugale também internacionalmente. A sua 911 Band é de uma qualidade incrível e arriscamos dizer o melhor suporte que Richie poderia ter. Juntos conseguem uma dinâmica de excelências nos seus espectáculos a que ninguém fica indiferente. Ontem, público dos 8 aos 80, todos saltaram, cantaram e aplaudiram. Chamou ainda a palco um convidado especial: Plutónio, com qual interpretou um tema.

 

 

O Festival Liberdade prossegue hoje com Dead Combo, Carlão e Gabriel O Pensador no Palco Liberdade e muitas actividades pelo espaçoso recinto do festival.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6269 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.