dream-theater

 

Os Dream Theater, mestres do metal progressivo, voltam a Portugal no dia 30 de Abril no Coliseu do Porto. Três anos após terem deixado a plateia da mítica sala de espectáculos do Porto totalmente rendida à qualidade música e à proficiência técnica do grupo que em 2017 volta à cidade Invicta.

 

 

Este concerto está incluído na tour do 25º aniversário do icónico “Images And Words”, um dos lançamentos mais icónicos e celebrados de que há memória no espectro do heavy metal progressivo.

 

 

A tour “Images And Words” inicia-se no dia 30 de Janeiro, em Roma. No conjunto de concertos o quinteto americano vai interpretar por completo os temas do álbum que os deixou famosos, assim como uma compilação de alguns dos temas mais aplaudidos de um catálogo amplamente aclamado, mantendo a banda no velho continente até ao final de Abril, com o espectáculo em solo nacional a marcar o final de uma sequência de trinta datas.

                      

 

A banda “nasceu” em 1985, ainda com o nome “Majesty”. Os primeiros espectáculos aconteceram em 1986 e os anos seguintes foram passados a escrever os primeiros temas e a gravar demos. O primeiro disco foi “When Dream And Day Unite” mas o sucesso chegou apenas três anos depois.

 

 

O disco “Images And Words” foi editado originalmente a 7 de Julho de 1992 e é o segundo trabalho da carreira dos Dream Theater. O single “Pull Me Under” fazia parte deste trabalho que também marcou a estreia do vocalista James LaBrie no coletivo após o promissor lançamento, três anos antes, de “When Dream And Day Unite”.

 

 

Os Dream Theater desde cedo mostraram grande resiliência, não se deixando abater pelo abandono de Charlie Dominici e, após terem feito audições a quase 200 candidatos e assinado um contrato com a multinacional Atco, deram continuidade ao seu percurso com um engenho impressionante. Assinando uma mistura equilibrada de metal e rock progressivo com vocalizações sinceras e letras provocadoras, John Petrucci, John Myung, Mike Portnoy e Kevin Moore mostraram uma habilidade impressionante nos seus respetivos instrumentos, traduzida num conjunto de canções muito fortes e construídas de forma intrincada, que funcionaram como a base perfeita para LaBrie dar azo a toda a sua criatividade, espelhada na impressionante amplitude do seu registo vocal. 

 

 

Da complexidade de “Metropolis, Pt. 1” à épica “Learning To Live”, passando pela emblemática “Pull Me Under” (que, com direito a videoclipe e edição em formato single, se transformou no primeiro grande êxito do grupo), “Images And Words” afirmou de vez os Dream Theater como uma proposta musical acima da norma e, um quarto de século depois, continua a manter a sua posição como o álbum com maior sucesso do banda.

 

 

Os Dream Theater são um dos nomes maiores do heavy metal e é sinónimo da força do talento, da habilidade e do poder criativo. James LaBrie na voz, John Petrucci na guitarra (considerado o segundo melhor de uma lista dos 100 melhores guitarristas de metal), John Myung no baixo, Jordan Rudess nas teclas e Mike Mangini na bateria continuam a cultivar e a proteger o seu inabalável estatuto como formadores de opinião. Em conjunto, foram induzidos no Long Island Music Hall Of Fame em 2010.

 

 

Os bilhetes para o concerto do Coliseu do Porto custam entre os 32 e 37€. A pré-venda e bilhetes VIP podem ser feitos através do site oficial da banda, a partir das 09:00 de dia 20 de Dezembro, a venda geral arranca dia no dia 21 de Dezembro, nos locais habituais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.