Marisa Liz

 

Desde a segunda edição do “The Voice Portugal” que Mariza Liz é membro activo do painel de mentores do programa de talentos da RTP.

 

 

O programa estreou em 2011 na grelha de programas da RTP e desde então foi distinguido várias vezes com o prémio de melhor programa de entretenimento pela revista TV7 Dias.

 

 

Os Amor Electro abriram o showcase de apresentação da nova edição do programa “rei” das noites de domingo da estação pública.

 

 

Correu tudo bem e ainda bem que apareceram tantas pessoas para nos darem um pouco deste calor humano. Estamos cansados mas não é por hoje. É por todo o Verão que temos tido, felizmente. Estamos todos cheios de trabalho e darem-nos a oportunidade de fazermos ao vivo a música que queremos e depois partilhá-la em palco. Hoje não foi diferente e ainda bem. Vieram para nos apoiarem e para darem a entender que esta próxima temporada vai ser fortíssima, com enormes surpresas e muito talento e, mais uma vez, boa disposição dos quatro mentores. Conseguimos ter essa boa disposição devido à nossa química“, conta Mariza Liz sobre a relação que tem com os outros três mentores do programa e como decorreu o concerto no Chiado.

 

 

Durante a actuação realizada no Chiado, contagiou o público presente com a garra que a caracteriza. “A Máquina” foi a primeira música a ser interpretada. Seguiu-se “Juntos somos mais fortes”. Este foi o tema que o canal público escolheu para ser o hino oficial das transmissões do Campeonato Europeu de Futebol, onde Portugal sagrou-se campeão. A música foi cantada em uníssono pelo “mar” de gente que esteve presente durante o concerto.

 

 

“Rosa Sangue”, “Mar Salgado” e “Só é fogo se queimar” são outros temas bastante conhecidos do grupo.

 

 

É impossível transmitir algo que não acontece. O que acontece, acontece também fora do programa e só assim é que as coisas fazem sentido. Quando estamos muito tempo sem nos vermos, tanto o Mickael já me mandou mensagens ou já me ligou e eu também o fiz para saber se está tudo bem? Se ele está bem? Se os seus objectivos estão a realizar-se? Ainda estivemos a falar há pouco tempo por causa do DVD que ele estava a gravar e ainda falámos um bocado sobre as coisas todas da música. Sobre o que custa e o que não custa“, diz a vocalista sobre a veracidade dos sentimentos que demonstram no programa. Uma das constantes do programa ao longo das inúmeras edições é a “picardia saudável” existente entre os diferentes mentores.

 

Antes de se tornar membro dos Amor Electro, Mariza Liz participou no programa ” Bravo Bravissimo”,da SIC, e das bandas infanto-juvenis Popeline e os Onda Choc.

 

 

A primeira aparição da banda em televisão ocorreu em 2010 na Gala de Natal da SIC na qual apresentaram o single “A Máquina (Acordou)”.O álbum de estreia do grupo (Cai o Carmo e a Trindade) foi lançado em 2011 e alcançou imediatamente o quarto lugar no top de vendas nacional.

 

 

Na primeira temporada eu tinha uma perspectiva de que cada um tinha o seu estilo e não devíamos misturar as coisas. Foi muito por causa do Mickael que eu mudei a minha postura porque comecei a perceber que cada um podia ter o seu estilo mas a partir do momento que cada um faz o seu estilo de forma honesta e gosta daquilo que faz, que isto não é um produto, então não tenho nada que me prenda a esta relação. Porque quando não conheces as pessoas podes tirar achar o que quiseres. Se calhar a pessoa vinha para aquele estilo para ganhar mais poder ou dinheiro. Entras nessa espiral. Há pessoas a acreditar naquilo que fazem, que fazem para muita gente e a música que eles fazem faz bem a muita gente e do meu conceito, hoje em dia não há boa ou má música. Há música e à que fazer as pessoas felizes e isso é importante. Acho que houve um ponto de viragem na minha cabeça e na minha personalidade. Ainda bem que houve essa mudança pois estava errada e foi muito através do Mickael“,diz Marisa Liz sobre ter mudado de opinião sobre algumas coisas durante o programa.

 

 

A solo, Marisa Liz participou no álbum “Graffiti”, de Júlio Pereira. Neste disco estiveram presentes nomes como Sara Tavares, Dulce Pontes, Manuela Azevedo ou Maria João.

Os Amor Electro foram nomeados por duas vezes (2011 e 2012) para o prémio Best Portuguese Act nos MTV Europe Music. A edição de 2012 foi ganha pela sua colega no “The Voice”, Áurea.

 

 

Mariza Liz admite a possibilidade de, um dia, realizar um dueto com Mickael Carreira:” Tínhamos que escolher muito bem a música pois isto foi uma coisa que eu já disse ao Mickael. Em cima do palco temos que estar os dois confortáveis e isto não é só para mim. É para ele também. Para ele tem que fazer sentido cantar uma música de que eu goste. Pode haver música dos Amor Electro que ele diga “pá, isto não é a minha onda. Gosto muito daquilo que tu fazes mas não é o meu estilo, não gosto disso”, e isso é um casamento que se faz, musical, que tem que ser pensada mas em primeiro lugar, eu e o Mickael temos que fazer aquilo de que gostamos. Podemos ter uma música excelente mas estar em palco e olharmos nos olhos de uma pessoa que não respeitamos é horrível“, diz.

 

 

Antes do dueto com Mickael Carreira se realizar, Marisa Liz foi uma das personalidades convidadas a estar presente no documentário que o cantor fez na altura do primeiro concerto que realizou no Meo Arena e no qual conta tudo o que passou para estar ali. Os Amor Electro já colaboraram com Agir no álbum “Leva-me a sério”.

 

 

A malta tem que se dar bem. Poder haver um artista de que gosto muito musicalmente mas depois de o conheceres dizes “já não quero cantar com este”. Eu admiro musicalmente esta pessoa mas se não há uma energia sincera não vale a pena estar a esforçar“, fala a cantora que defende que quando se trabalha com alguém deve-se criar laços para que o trabalho corra pelo melhor.

 

 

O programa consiste em três fases: uma prova cega, uma fase de batalha e uma fase de galas. É durante as provas cegas que os mentores escolhem os concorrentes que querem para as respectivas equipas.

 

 

Aquele momento tem um significado muito importante para a pessoa pois dali vai sair o vencedor do programa. A pessoa tem que estar há vontade. Mais do que ganhar, tens que divertir-te e saber que deste o teu melhor“. Este é o “conselho” que Marisa Liz deixa para os futuros concorrentes do programa.

 

 

Do grupo de Marisa Liz, na última edição, fizeram parte: Sérgio Sousa, Alfredo Costa, Pedro Maceiras e Ricardo Mestre. Uma das ambições da vocalista dos Amor Electro para a edição deste ano é que seja alguém da sua equipa a levar a ambicionada vitória para casa.

 

 

Cada pessoa é uma pessoa e cada cantor é um cantor. Esse é o nosso trabalho. Temos que gerir a personalidade deles e fazer com que a voz sobressaia“, é desta forma que a cantora resume o trabalho dos mentores.

 

 

Mariza Liz só não participou numa edição do “The Voice Portugal-Kids” pois tinha sido mãe recentemente. A cantora é conhecida por emocionar-se bastante quando gosta de alguma voz.

 

 

Eu tentei mas não deu em nada. Não dá. Tens que ser sincero e esperar que os outros têm aceitem. Por mais que eu tente estar calma ou ponderada, eu não sou ponderada. Eu vou emocionar-me quando for preciso”, avisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.