Eddie Vedder espanta Portugal pela décima primeira vez

 

 

O cantor e compositor Eddie Vedder regressou no passado dia 20 de Junho à capital portuguesa, para um concerto esgotado na Altice Arena, em nome próprio.

Apesar de não existir um novo álbum por parte do vocalista dos Pearl Jam, este decidiu voltar à Europa, decisão que foi muito bem apoiada pelos fãs portugueses, que à muito esgotaram a sala de espectáculos.

No público, encontravam-se muitos que admiravam o cantor desde do primeiro concerto dos Pearl Jam em Portugal (sim, estamos a falar do concerto que começou em Cascais e acabou com Eddie no hospital, em 1996).

A abertura do concerto foi feita pelo cantor Glen Hansard, que apesar de não ter actuado da maneira mais cativante, foi sempre aplaudido pela multidão.

A voz dos Pearl Jam apresentou ao público Português um espectáculo acolhedor: sentado num sofá, que tinha à sua volta diferentes elementos que associamos a uma sala de estar, Eddie Vedder apresentou durante aquela noite alguns temas originais, temas dos Pearl Jam e alguns covers, de artistas como John Lennon (“Imagine”), Indio (“Hard Sun” ) e Neil Young (“Rockin’ in the Free World” ). Foram tocados poucos temas originais em comparação à quantidade de temas que foram tocados dos Pearl Jam, deixando alguns confusos e desejosos por mais.

Eddie Vedder, após ter interpretado os temas “Far Behind” e “Just Breath” , dirigiu-se ao público, num Português pouco compreensível: “Boa noite. É um prazer ver-vos (…). Esta é a minha décima primeira vez em Portugal (…) e eu ainda falo muito mal Português

Houve alguns bons imprevistos durante este concerto: Foram cantados os parabéns a uma fã (que teve a oportunidade de ficar com a harmónica de Eddie), copos de vinho foram distribuídos pelo artista a pessoas que estavam na plateia e o Norte-americano falou de temas como a sanidade mental e a pena de morte.

Neste concerto destacou-se, sem sombra de dúvida, o talento do músico. Este, com humor, talento musical, simpatia e copos de vinho fez com que todos aqueles que o rodeavam se juntassem a ele, fazendo-os sentirem-se seguros, compreendidos e numa alegria inexplicável.

Apesar das críticas feitas a setlists anteriores, o alinhamento deste concerto permitiu a fluência do espectáculo de forma normal, promovendo assim um concerto agradável.

A tournée pela Europa irá continuar no próximo dia 22 de Junho, no WiZink Center, em Madrid.

 

Texto: Mariana Nave
Fotografia: D.R

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.