edpcooljazz: Salvador Sobral e The Cinematic Orchestra encheram Jardins do Marquês de Pombal

A 13ª edição do edpcooljazz acolheu ontem, 17 de Julho, nos Jardins do Marquês de Pombal os Cinematic Orchestra, com a primeira parte a cargo do jovem português Salvador Sobral. Os espectáculos contaram com numerosa adesão de público numa noite de verão nos bonitos jardins do Palácio.

Com uma pontualidade quase britânica, subiu a palco o português Salvador Sobral acompanhado pelos seus amiguinhos, como fez questão de referir: uma tripla de músicos de excelência, destacando-se Júlio Resende no piano.

 

 

Salvador Sobral apresentou alguns temas do seu disco “Excuse Me”, entre os quais o tema homónimo, “Change”, “Nada que esperar”, “Nem eu” ou “Ay Amor”. Mas como surpresa apresentou um tema novo que irá integrar o seu próximo disco, “Playing ith the wind”.

 

 

Salvador é dono de uma voz versátil, limpa e que modela a gosto. Em palco a sua expressividade corporal é também uma imagem de marca, não esquecendo o sentido de humor. “Nunca toquei para tanta gente. Sei que não estão aqui para me ver…mas os meus pais sim, caraças”, disse soltando gargalhadas. No final do concerto falou ao Infocul, mostrando-se feliz com a presença no edpcooljazz pois por lá já passaram alguns dos artistas que admira. Disse ainda que  o festival em que queria mesmo participar era o “edpcooljazz” destacando a “honra” que é participar neste festival e que quando foi convidado “nem acreditei, pensei que não ia acontecer…”

 

 

Os Cinematic Orchestra apresentaram em palco com a sua constituição habitual de nove elementos e dando ao público sonoridades entre o jazz e a pop electrónica. O grupo britânico que não grava nenhum disco desde 2007, apresentou em palco temas emblemáticos dos discos “Motion”, “Everyday” e “Ma Fleur”, como foram os casos de “Burnout”, “Child Song”, “J Bird”, “To build a home” ou “All that you give”. O público, conhecedor do trabalho do grupo, foi ainda confrontado com um espectáculo visual que imprimia maior intensidade aos temas.

 

 

Uma noite em que o público se deixou levar por dois concertos totalmente distintos mas de enorme qualidade.

 

Fotografia: Facebook Oficial edpcooljazz

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.