Elísio Summavielle foi reconduzido na presidência do Centro Cultural de Belém, por mais três anos, segundo despacho publicado em Diário da República.

Assinado pela Ministra da Cultura, Graça Fonseca, o Despacho 3392/2019, revela que “Ao abrigo do disposto no artigo 12.º e no n.º 1 do artigo 13.º dos Estatutos da Fundação Centro Cultural de Belém, aprovados pelo Decreto-Lei n.º 361/91, de 3 de outubro, com a redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 391/99, de 30 de setembro, designo presidente da Fundação Centro Cultural de Belém e, por inerência, presidente do conselho diretivo e do conselho de administração da mesma Fundação, para um mandato de três anos, o licenciado Elísio Costa Santos Summavielle”, acrescentando que “Exonero, a seu pedido, Maria Luísa Taveira Costa Santos, do cargo de vogal do conselho de administração, com efeitos a partir de 14 de março de 2019”.

No mesmo despacho é prestada informação de que “ao abrigo do disposto nos artigos 11.º, alínea c), 18.º, e 19.º dos Estatutos da Fundação Centro Cultural de Belém, aprovados pelo Decreto-Lei n.º 361/91, de 3 de outubro, com a redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 391/99, de 30 de setembro, designo, para um mandato de três anos, vogal do conselho de administração da Fundação Centro Cultural de Belém a licenciada Isabel Alexandra Rodrigues Cordeiro e o licenciado Miguel Alcobia de Moraes Sarmento Honrado”, sendo que “o presente despacho produz efeitos na data da sua assinatura. 15 de março de 2019. – A Ministra da Cultura, Graça Maria da Fonseca Caetano Gonçalves”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.