Escola Portuguesa de Arte Equestre reabre ao público com espectáculo no dia da Criança

A Escola Portuguesa de Arte Equestre reabre ao público no próximo dia 1 de junho, segunda-feira, às 11h, com um espetáculo destinado a crianças e famílias, numa ação marcada por particular simbolismo uma vez que será a primeira apresentação pública da Escola após o encerramento ao público a que esteve sujeita ao abrigo da lei no âmbito das medidas preventivas da COVID-19.

O Picadeiro Henrique Calado, na Calçada da Ajuda (Belém), será palco para a apresentação do espectáculo “Crininhas vai para a Escola”, uma história ficcionada dedicada ao público mais jovem, especialmente concebida para dar a conhecer às crianças o universo da Alta Escola Equestre portuguesa. 

Acompanhando a história do Crininhas, um jovem cavalo Lusitano que nasceu na Coudelaria de Alter e que chega à Escola Portuguesa de Arte Equestre para fazer a sua aprendizagem, o público fica a conhecer melhor esta arte e os exercícios que os cavalos e os cavaleiros praticavam no tempo dos reis e das rainhas. Ao mesmo tempo, evocam-se valores importantes como a família, a amizade, a disciplina, a entreajuda e o espírito de sacrifício.

O texto, que será interpretado pelas actrizes Sara Cecília, Maria Faleiro e pelo ator Carlos Sebastião, descreve os exercícios que os cavalos e os cavaleiros faziam no tempo dos reis e das rainhas, ao mesmo tempo que procura transmitir também valores importantes como a família, a amizade, a aprendizagem, a disciplina, a entreajuda e o espírito de sacrifício. Durante a leitura dos textos cavalos e cavaleiros executarão diversos exercícios e coreografias representativos da Arte Equestre Portuguesa. 

O programa tem início com uma visita às cavalariças do Páteo da Nora, onde as crianças e suas famílias podem interagir com cavalos e cavaleiros, seguindo-se o espectáculo no Picadeiro Henrique Calado.

A entrada é livre para crianças até aos 12 anos, mediante inscrição prévia através do e-mail arteequestre@parquesdesintra.pt , e limitada à lotação do espaço, devidamente adaptado às medidas de redução de risco de contágio pela COVID 19.

De referir que a Escola Portuguesa de Arte Equestre, integrada no universo da Parques de Sintra-Monte da Lua, S.A., é detentora do selo “Clean & Safe” atribuído pelo Turismo de Portugal por cumprir todas as recomendações da Direcção Geral de Saúde para prevenção e controlo de infecção relativamente ao surto de coronavírus COVID-19.

A Escola Portuguesa de Arte Equestre tem apresentações diárias, de terça-feira a sábado, entre as 11.00 e as 13:00, – as “Manhãs da Arte Equestre” – e “Galas” na última sexta-feira de cada mês.

Texto: EPAE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.