Espanha: Celebrou morte de toureiro e foi absolvido porque o crime de ódio não é aplicável a touradas

D.R.

Uma decisão polémica em Espanha promete abrir pecedentes para situações futuras quando alguém celebrar a morte de alguém.

Aquando da morte do matador de touros Victor Barrio, em Teruel, o professor Vicent Belenguer celebrou-a.

Hoje, foi absolvido pelo Tribunal Criminal número 1 de Segóvia.

O juiz considera que a viúva e os pais foram vítimas de um episódio voraz de ódio e deixa a porta aberta para reivindicar por outros meios“, de acordo com o comunicado de imprensa divulgado pelo tribunal acrescentando que “o crime de ódio não é aplicável a este caso porque o Código Penal não inclui o mundo das touradas como um grupo vulnerável “.

Informamos que o código penal espanhol apenas inclui razões racistas, anti-semitas ou outras relacionadas à ideologia, religião ou crenças, situação familiar, a associação de seus membros a um grupo étnico, raça ou nação, origem nacional, sexo, orientação ou identidade sexual, por exemplo. razões de género, doença ou incapacidade, mas não a tauromaquia.

O juiz disse ainda que “uma absolvição pelo crime específico invocado pelas acusações não deve ser entendida, de forma alguma, como uma justificação parcial para essa conduta nefasta. Não é possível confundir liberdade de expressão com devassidão, liberdade democrática é uma liberdade responsável quando a pessoa que a exercita está ao mesmo tempo ciente de que deve agir em relação ao contrário com o qual discorda“.

Remata, explicando que “o facto de este juiz não conceder à família uma resposta criminal no sentido em questão não significa de forma alguma que não tenha havido nenhum dano grave e que a ordem de alguma outra maneira, não por causa do preceito legal invocado, ele deve reparar a situação de se gabar da dor de outras pessoas que, infelizmente, tiveram que sofrer a família de Don Victor “.

9 thoughts on “Espanha: Celebrou morte de toureiro e foi absolvido porque o crime de ódio não é aplicável a touradas

  • Avatar

    Acho muito bem, eu também festejo pois a cobardia é a monstruosidade de se esconder atrás de outro ser vivo é deprimente. Karma is a bich… VIVA os touros, abaixo contra estes monstros que não respeitam a mesma e única espécie no planeta Terra.. 💛🐂🙏💛

    Reply
    • Avatar

      Eu desejo que morras quanto antes e irei celebrar o teu desaparecimento, pois a tua ausência de humanidade coloca-te fora da condição humana e por si só é merecedora de uma morte atroz que deve ser um alívio e regozijo para todos os seres humanos.

      Reply
  • Avatar

    É justo,principalmente porque a tauromaquia é uma actividade que celebra a tortura e a morte

    Reply
    • Avatar

      Muito bem!

      Reply
      • Avatar

        Concordo com todos, pena aqui não ser igual… Não há maneira de acabarem com esta monstruosidade humana…

        Reply
  • Avatar

    brilhante!!! ate eu já festejei 😀

    Reply
  • Avatar

    Estes animalistas não teem qualificação. Uma coisa é não gostar da “festa brava “, e este é um direitoq assiste a qualquer cidadão. Outra bem diferente é celebrar a morte de um ” matador “, vulgo toureiro.
    A qualifiacao como discur de ódio, ou não , é naturalmente discutivel, mas o regozijo pela morte de um ser humano é propria de uma besta!

    Reply
    • Avatar

      Que falta de virilidade, hein ☺️☺️!

      Reply
  • Avatar

    Finalmente fez-se justiça.
    Viva este professor!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.