European Blues Challenge: Ponta Delgada receberá “a Eurovisão do Blues”, diz António Monteiro

 

 

De 4 a 6 de Abril realizar-se-á o European Blues Challenge em Ponta Delgada, nos Açores, tendo a apresentação do evento acontecido no terceiro dia da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), e o Infocul aproveitado para faar com os organizadores do evento em Portugal, António Monteiro e Adalberto Pereira, por parte da Associação Escravos da Cadeinha e da Trovas Soltas.

O European Blues Challenge, (EBC) divide-se em três eventos principais: o concurso de bandas, no qual participam 22 coletivos de diferentes países da Europa, a assembleia-geral da União Europeia de Blues (EBU, na sigla em inglês) e o Blues Market, uma feira promocional de blues, que funciona em paralelo com uma mostra de produtos regionais.

O evento arranca com uma noite de blues português, em que actuam as três bandas nacionais: os Budda Power Blues, Messias & The Hot Tones e Vítor Bacalhau. O evento decorrerá no Coliseu Micalense.

António Monteiro disse ao Infocul que “este é um evento, como costumo dizer, que se trabalha três anos para três dias. Vai decorrer nos dias 4, 5 e 6 de Abril, é a primeira vez que este evento vem a Portugal, é a Eurovisão do Blues. Este ano é um recorde do próprio evento em que estão 22 países a concorrer, são 25 bandas para se ouvir em três dias. São 3 bandas portuguesas que actuarão no dia do país organizador e depois nos outros dois dias estarão as 22 bandas dos 22 países a concurso”, acrescentando que “isto desde início que teve de haver um trabalho de campo muito intenso porque não é fácil convencer. Da European Blues Union fazem parte 30 países, trezentas e tal organizações que estão directa ou indirectamente ligadas à industria do blues, e convencer 30 países para este evento vir a Portugal não foi muito fácil”.

Adalberto Pereira disse que “realizando-se em Santa Maria o Santa Maria Blues Fest que é o maior festival de blues em Portugal e um dos maiores da Europa, permite que nos Açores já esteja criado u público de blues e assim promovemos também a descentralização de eventos”.

O evento chega aos Açores pela mão da Associação Escravos da Cadeinha, que organiza o Santa Maria Blues Fest, e conta com a parceria da promotora Trovas Soltas, e com o alto apoio do Governo Regional dos Açores e a colaboração da Camara Municipal de Ponta Delgada.

 

Texto e Entrevista: Rui Lavrador
Fotografias: Hugo Calado /O Digital.pt

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6397 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.