Fernando Medina diz que Oficina da Guitarra valoriza os “mestres artesãos da guitarra portuguesa”

 

 

Após a cerimónia de inauguração da Oficina da Guitarra, que decorreu hoje em Lisboa, o presidente da autarquia, Fernando Medina, falou ao Infocul sobre este novo projecto.

Tem uma importância muito grande, para podermos, em primeiro lugar homenagear todos aqueles que por detrás do palco e que fazem com que o fado seja hoje uma das manifestações artísticas mais fortes da cultura actual portuguesa, da cultura contemporânea portuguesa, pelas voz das novas gerações sejam masculinas ou femininas que têm ao seu lado os guitarristas, mas têm atrás de si aqueles que fazem os instrumentos e que não são vistos todos os dias”, começou por nos dizer sobre a importância da oficina.

Esta oficina é “uma forma de mostrarmos a todos esta arte da construção do instrumento, da guitarra portuguesa, tão rico e valorizado no fado e que ganha uma oficina, um espaço vivo e que mostra o que é a obra dos artistas, dos mestres artesãos da guitarra portuguesa que vão trabalhar e mostrar como isso é feito e isso é muito rico para o país”, acrescentou.

Questionado sobre se isto é uma forma de levar os jovens a pegar na tradição, em plena era digital, disse-nos que “a melhor resposta a isso é ver a quantidade de jovens fadistas, masculinos e femininos, a quantidade de jovens que vêm e ouvem o fado, se mobilizam pelo fado, diversificam o fado e levam o fado por caminhos que há poucas décadas nunca era explorado e agora exploram e hoje o fado é também uma marca da modernidade da cultura portuguesa e este será um espaço que a vai valorizar e vai poder mostrar um outro lado, que é este lado do instrumento, da guitarra e vai reforçar este laço afectivo com esta parte da expressão cultural portuguesa”.

 

Texto e Entrevista: Rui Lavrador
Fotografias: Arlindo Homem

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6717 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.