Festa do Avante: A cultura e a política lado a lado

avante

 

 

Terminou ontem mais uma edição da Festa do Avante, evento de cariz politico-cultural que se realiza desde 1976. A organização e programação estão a cargo do PCP- Partido Comunista Português mas ali acorrem pessoas de todas as cores politicas e estratos sociais. Uma festa do povo!

 

 

 

Logo após o 25 de Abril, a Festa do Avante teve a sua primeira edição em 1976, na antiga FIL, o primeiro de vários espaços por onde a festa já passou.  Nos dois anos seguintes realizou-se no Jamor e entre 1979 e 1986 o Alto da Ajuda, Monsanto, foi o local do certame. Discordâncias com o poder autárquico impediram a realização em 1987, motivo que levou a uma campanha para serem angariados fundos para a compra da Quinta da Atalaia, na Amora.

 

 

 

Em 1988 e 1989 a Festa do Avante realizou-se em Loures, fixando-se definitivamente em 1990 na Quinta da Atalaia, entretanto comprada pelo PCP por, aproximadamente, 300 mil euros (60 mil contos, em escudos). O espaço é actualmente maior devido à compra de 7 hectares contíguos à Quinta da Atalaia, pelo valor de aproximadamente 950 mil euros.

 

 

 

“Não há festa como esta” é a frase mais ouvida, sendo mesmo o slogan da Festa da Avante. Este evento junta cinema, teatro, livros, gastronomia e música, muita música. Todos os grandes nomes da cena musical portuguesa por lá passam. Mas a festa é uma viagem por tradições, sabores e sensibilidades distintas. Do rico ao pobre todos lá vão, em muito contribui o valor simbólico da EP (Entrada Permanente).

 

 

 

É o maior evento politico-cultural do país e o comício, que se realiza sempre ao domingo, é o ponto alto da festa comunista. Durante três dias também é muito provável, quase impossível de não acontecer, ouvir “A Carvalhesa”. Aprenda a coreografia e faça a festa, independentemente da cor politica. Importa ressalvar que toda a montagem da festa é efectuada por voluntários, com ligação partidária ao PCP ou não.

 

 

 

Se este ano não pôde participar na Festa, não se preocupe. O regresso está já marcado para 2018. Uma festa que ultrapasse a cor politica e que promove o que de melhor a cultura portuguesa tem, desde a música aos livros, da gastronomia ao artesanato.

 

 

Fotografia: Festa do Avante

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6784 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.