Festinha em destaque no quarto dia de FESTin

O quarto dia do Festin traz a Mostra Festinha. Esta mostra é dedicada às crianças acima dos seis anos e traz pequenos filmes, com uma duração de nove a quinze minutos, para os mais pequenos assistirem. A partir das 11 horas, na sala 3 e durante 68 minutos os mais novos vão poder ver: “A Felicidade Mora Aqui” ( uma co-produção luso-brasileira),” A Rua é Pública”,”Com os pés na cabeça”,” O meu amigo Nietzsche” e “Souvenirs de Verão”.

 

Na competição de documentários, a decorrer na sala 3,vão estar em competição dois documentários. “Do outro lado do Atlântico” passa no dia 7 de Maio, às 18:30, na sala 3 e tem uma duração de 90 minutos.

 

 

O filme trata da ponte entre Brasil e África, a partir das histórias de vida de estudantes africanos de países de língua oficial portuguesa em diferentes cidades do Brasil: os olhares e semelhanças entre os países, as trocas culturais, a saudade, as expectativas da partida e os sonhos de regresso são temas do filme que pretende um olhar para a África que aponta para o futuro. Estreado no Festival de Cinema de Havana. Um mergulho no universo de um hospital psiquiátrico que questiona os limites da sanidade, buscando personagens e histórias que revelem as fronteiras do que é considerado loucura. Em destaque, duas personagens de classes sociais completamente distintas. Pelo caminho, a directora encontra a ONG Criamundo, que faz um trabalho notável no sentido da reinserção social dos doentes através da arte. Esta é a sinopse do documentário “Loucura entre nós”, que passa às 20:30 na sala 3 e tem uma duração de 76 minutos.

 

 

Passando para a competição de longas-metragens. O primeiro filme da tarde, às 19 horas na sala Manoel de Oliveira. “A Família Dionti” é um filme original e poético. Narra a fantástica história de um pai e seus dois filhos, Kelton, de treze anos, e Serino, de quinze, que vivem num sítio no interior de Minas Gerais. A mãe já não mora com eles, pois derreteu de amor, “evaporou” e partiu. Enquanto sonha com a volta da mulher a cada chuva que cai, o pai cuida dos filhos com olhar atento. Misturando realidade com fantasia, A Família Dionti retrata de forma especial, emocionante e sem sentimentalismo o tema universal da descoberta do amor, sem deixar de lado as cores regionais do interior do Brasil contemporâneo.

 

 

Às 21:30 é a vez do filme “Por detrás do céu” que conta com Nathalia Dill como protagonista. “Por Trás do Céu” passa-se num lugar esquecido por Deus, assolado pela pobreza e pela falta de condições mínimas básicas. Nesse local, a par do belíssimo trabalho de fotografia, a vida emerge diariamente a partir dos sonhos de Aparecida (Nathalia Dill), mulher forte, simples e com uma grande fascinação pelo saber. O seu esposo, Edivaldo (Renato Góes), é um homem amargurado por uma tragédia do passado de ambos. Enquanto ela sonha com um futuro menos solitário, novas personagens surgem na paisagem. O filme tem a sua antestreia mundial no FESTin.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.