Este domingo à tarde, apesar da chuva com alguns interregnos, a Novilhada da Moita aconteceu, ainda que sem a prestação dos cavaleiros Diogo Oliveira e João Dias e dos Forcados do Aposento da Moita (como inicialmente previsto e anunciado).


Nas bancadas, pouca afluência já que tarde não estava convidativa, mas ainda assim os jovens toureiros vieram dispostos a agarrar esta oportunidade.

Paula Santos mostrou vontade. Perante o novilho, da ganadaria Jorge de Carvalho, vimo-la bem, principalmente pela esquerda. Faltou “quiçá” um pouco de temple, mas as condições não o permitiram.

Yeray Gomez teve pela frente um touro da ganadaria Calejo Pires a permitir ao novilheiro mostrar técnica em grande parte da sua atuação, principalmente na parte final do ‘tercio‘ de muleta.

Para o novilheiro El Primi saiu, com muita pata e excelente apresentação, um novilho de Falé Filipe, ao qual vimos uma boa serie pela esquerda, por parte do jovem toureiro.

Filipe Martinho foi o triunfador deste cartel de jovens. O novilheiro mostrou ser um toureiro completo, com desenvoltura e técnica em todos os tércios perante o novilho da ganadaria Palha.  Foi o jovem que mais fez vibrar os tendidos e foi ovacionado no tercio de bandarilhas.

Duarte Silva foi extremamente condicionado pelas condições climatéricas, já que foi durante a sua atuação que começou novamente a chover. Se o terreno já não era o melhor, pior ficou.  É de valorizar a garra e entrega deste jovem, o qual também optou por realizar os três tércios.

Finalizaram a tarde os dois bezerristas Carlos Apolinário e João Mateus, frente a um astado da ganadaria Canas Vigouroux, naturalmente menos rodados deste grupo de jovens, mas que se apresentaram na Moita de forma digna.

A novilhada da Moita fechou a temporada, com uma tarde onde a vontade dos jovens novilheiros e bezerristas foi superior às condicionantes deste espetáculo.

Texto: Sónia Batista
Imagem: Reprodução Facebook/Tauroleve

Sónia Batista

Sónia Batista iniciou a sua formação na escrita taurina na revista luso-espanhola Ruedo Ibérico em 2004 e desde aí procurou formação na área, em Portugal e Espanha. Ao longo dos anos colaborou com quase toda a imprensa taurina nacional e tem-se especializado na imprensa taurina internacional. Iniciou o seu percurso internacional no burladero.com em 2010, passando por vários órgãos de imprensa espanhóis até chegar em 2013 à prestigiada revista 6TOROS6, a qual considera a maior escola da escrita taurina.

Sónia Batista has 26 posts and counting. See all posts by Sónia Batista

Sónia Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.