vitorino-2

 

40 anos de edição discográfica acarreta muitas estórias para contar. No São Luiz Teatro Municipal, Vitorino mostrou ser dos mais divertidos cantadores de estórias. A consagração de um dos nomes maiores da canção portuguesa perante sala esgotada.

 

 

“Não sei do que é que se trata mas não concordo” foi o nome dado a este espectáculo de consagração de Vitorino, comemorando os 40 anos de edição discográfica.

 

 

Os Camponeses de Pias tiveram a responsabilidade de abrir o espectáculo e fizeram-no com a qualidade que caracteriza este grupo coral. A voz alentejana cadenciada dava o tiro de partida para uma viagem ao mundo de Vitorino, enquanto artista.

 

 

Avisando que este espectáculo teria muitos convidados para ele não cantar muito, Vitorino mostrou extremo bom gosto no humor com que presenteou o público no São Luiz. Adepto confesso da preguiça e da contemplação, Vitorino contou estórias adequadas ao espectáculo e aos temas/modas que ali apresentou. Não foi na piada fácil.

 

 

Filipa Pais, Ana Vieira, Samuel Úria, Manuel João Vieira e Ana Bacalhau foram os restantes convidados que ao longo de todo o espectáculo foram entrando e saindo do palco do São Luiz Teatro Municipal, tendo sempre como anfitrião o homenageado da noite, Vitorino.

 

 

“Valsa do Afonso” de Samuel Úria, “Um contra o outro” dos Deolinda, “Ursinho de Peluche” de Manuel João Vieira foram alguns dos temas extra repertorio de Vitorino que o público pôde ontem ouvir.

 

 

“Traz outro amigo também”, “Moda revolta” (dedicado à antiga Ministra das Finanças, Maria Luisa Albuquerque por Vitorino), “Menina estás à Janela” e “Vou-me embora vou partir” foram alguns dos temas/modas mais conhecidos que o público acompanhou com palmas e cantando o refrão, num espectáculo que terminou com cante alentejano com os Camponeses de Pias e os restantes convidados em palco.

 

 

Uma noite de consagração, de viagem, de recordações e também de amor e amizades que marcaram a carreira e a discografia de Vitorino.

 

 

O Infocul pode adiantar que Vitorino está preparar um novo disco e que em 2017 proporcionará mais um grande concerto onde apresentará o seu novo trabalho discográfico.

Fotografia: Simone Portellada

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6440 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.