A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu esta quinta-feira, 11 de Julho, uma corrida de touros à portuguesa, prestando homenagem aos Açores.

Frente a touros da ganadaria Engº Jorge de Carvalho, actuaram os cavaleiros Ana Batista, Filipe Gonçalves, Tiago Pamplona, Manuel Telles Bastos, Miguel Moura e João Salgueiro da Costa.

Pegaram os forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, Ramo Grande e Beja.

Nesta corrida estava em disputa o prémio para melhor pega. José Potier, José Luís Gomes e Tiago Prestes constituíram o o júri.

Antes da corrida desfilou a Associação Marcha dos Veteranos da Ilha Terceira.

Após as cortesias, procedeu-se à confirmação de alternativa do cavaleiro açoriano Tiago Pamplona.

Por esse mesmo motivo, foi ele a abrir corrida no que a lides diz respeito.

 

Tiago Pamplona dedicou a lide a Marcos Bastinhas. Uma lide agradável na qual demonstrou conhecimentos e entendeu bem o oponente. Sortes bem desenhadas e a conseguir chegar ao público.

Francisco Matos, pela Tertúlia Tauromáquica Terceirense, pegou ao primeiro intento.

Volta para cavaleiro e forcado.

Ana Batista começou a sua lide com três passagens em falso, cravando o primeiro comprido na quarta tentativa. O segundo comprido não resultou bonito, mas foi eficiente. Na cravagem curta, a cavaleira ribatejana mudou a sua sorte e desenvolveu uma lide bonita e com a ferragem a resultar muito bem nos três primeiros ferros curtos com sortes frontais e a reunir bem. No quarto desenhou bem a sorte mas na cravagem o ferro saltou e acabou por não ficar. Terminou com mais um ferro de boa nota. De menos a mais, uma lide muito positiva perante um bom touro.

Pelos Amadores do Ramo Grande, pegou César Pires ao primeiro intento.

Volta para cavaleira, forcado e para ganadeira.

Filipe Gonçalves iniciou a sua lide com uma sorte gaiola e prosseguiu para mais um comprido regular. Na ferragem curta optou nos três primeiros por cravar com ligeira batida ao piton contrário e se nos dois primeiros resultou, no terceiro sofreu forte toque na montada. Numa lide em decréscimo qualitativo, terminou com par de bandarilhas cravado após várias passagens em falso e apenas ao segundo par, tendo no primeiro ficado apenas meio.

Mauro Lança, pelos Amadores de Beja, pegou ao primeiro intento.

Volta para cavaleiro e forcado.

Manuel Telles Bastos brindou a lide ao seu colega João Moura Jr., que tem estado no meio da polémica,encontrando-se hoje entre trincheiras. Lide de muito boa nota, segura, com brega estética, sabendo colocar o touro nos melhores terrenos e a entender como desenhar e concretizar as sortes. Prolongou em demasia a lide, quando o touro já pouco investia, retirando brilho à cravagem das bandarilhas.

Pelos Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, pegou Luís Sousa à primeira tentativa.

Volta para cavaleiro e forcado.

Miguel Moura apresentou-se no Campo Pequeno com vontade de triunfar e abriu a sua lide com uma sorte gaiola que resultou emotiva. Baseou a lide em sortes frontais e a verdade é que esteve em bom plano perante touro que foi de mais a menos. Miguel soube porfiar e colocar classe na sua actuação. Aproveitou a oportunidade de tourear na capital.

Pegou, pelos Amadores do Ramos Grande, Manuel Pires à primeira tentativa.

Volta para cavaleiro e forcado. O forcado, a pedido do público, saudou, ainda, no centro da arena.

João Salgueiro da Costa tem um toureio de risco e que resultando é extraordinário. Mas no Campo Pequeno não correu muito bem. Perante um touro de pouca investida, arriscou nas sortes e sofreu vários toques na montada. Um deles com alguma violência, retirando brilho ao esforço do cavaleiro.

Pelos Amadores de Beja, pegou Guilherme Santos à primeira tentativa.

Volta para cavaleiro e forcado, mas na qual apenas o forcado deu. Salgueiro da Costa apenas saudou.

O prémio para melhor pega foi atribuído a Manuel Pires, pelo Ramo Grande, ao quinto touro da noite.

Corrida dirigida por Fábio Costa, assessorado por Jorge Moreira da Silva.

 

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Diogo Nora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.