Frei Luís de Sousa, de Almeida Garrett, apresenta-se na casa idealizada pelo escritor em 1846 e na sala que tem o seu nome. De 1 de Março a 7 de Abril, o clássico da literatura portuguesa sobe ao palco da Sala Garrett do Teatro Nacional D. Maria II.

Miguel Loureiro encena este Frei Luís de Sousa, com a intenção de nos dar a ler, através do legado deixado por Almeida Garrett. “Relido como drama ou encenado como tragédia, o Frei Luís de Sousa será então para mim um desafio formal de aceder ao que de informal tem o teatro: o acidente, a paixão, o impulso, a contingência lírica… tudo formatado no excesso romântico”, refere Miguel Loureiro.

Com interpretação de Álvaro Correia, Ângelo Torres, Carolina Amaral, Gustavo Salvador Rebelo, João Grosso, Maria Duarte, Rita Rocha, Sílvio Vieira e Tónan Quito, Frei Luís de Sousa conta ainda com cenografia de André Guedes e figurinos José António Tenente. Uma coprodução do TNDM II, Frei Luís de Sousa é um espetáculo apresentado no âmbito das comemorações do Bicentenário do nascimento de D. Maria II, que se assinala este ano.

A reportagem fotográfica de Miguel Louro Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.