Gisela João e o novo disco: “O forno tem lá o temporizador e deve estar quase a apitar”

Gisela João conseguiu um dos melhores concertos desta edição no Caixa Ribeira e é também um dos nomes já confirmados para o Caixa Alfama, a decorrer em Setembro. Em entrevista ao Infocul falou-nos sobre o próximo disco sobre o qual já está a trabalhar.

Gisela João foi o concerto surpresa que o Caixa Ribeira ofereceu a todo o público do Porto. A artista mostra-se feliz com o resultado final do concerto, “foi lindo. Correu muito bem. Para mim, eu acho que correu muito bem. O palco estava lindo! A imagem toda por detrás, aquela fonte e aquelas luzes”, confessou-nos com um sorriso enorme.

 

 

Depois do festival de fado no Porto, já está confirmada em Lisboa, algo que “já tinha saudades pois eu fiz o primeiro e fiz o segundo. No ano passado não fiz e este ano é tudo de novo”.

 

 

O novo disco já está a ser preparado, mas não sabe ainda quando será lançado pois “o forno tem lá o temporizador e deve estar quase a apitar. Não sei.” Revela-nos timidamente antes de acrescentar que quanto à escolha dos temas  está “mais ou menos”, justificando que “é muita coisa ao mesmo tempo, video, fotografia e música. É um processo muito difícil. Não gosto do processo de gravação de um disco. É duro”. Até porque onde se sente melhor “é no palco”.

 

 

Questionámos se neste disco haveria só fado ou se iria apresentar temas da musica tradicional portuguesa, aliás como o faz habitualmente em concertos, tendo a fadista informado que “tudo para mim é fado desde que seja em português. Pelo menos é o que eu prezo e acredito. A questão do gostar ou não gostar é muito subjectivo. Quem sou eu? Que direito eu tenho para dizer se uma coisa é mais ou menos fado. Eu gosto e é isso que nos faz diferentes. Tem que haver muita fartura, mas acima de tudo qualidade e isso não falta”.

 

 

Com uma agenda repleta de espectáculos pelo pais e também pelo estrangeiro, “Gisela João vai andar por ai” disse-nos.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6663 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.