Gonçalo Salgueiro: “Joel Pina será sempre um pilar basilar da construção e continuidade do Fado que hoje conhecemos!”

No próximo dia 20 de Março, pelas 21:00, o Teatro São Luiz, em Lisboa, recebe um espectáculo de homenagem a Joel Pina.

O espectáculo ‘Joel Pina 100 Anos’ celebra o centenário do músico e conta com direcção musical de Pedro de Castro. 

Joel Pina estará presente e integrará um concerto que tem já vários nomes confirmados, um deles é Gonçalo Salgueiro que concedeu entrevista ao Infocul para falar sobre o percurso, obra e importância de Joel Pina.

Gonçalo Salgueiro começou nos dizer que “Joel Pina é uma lenda viva do Fado! Alguém que creio já plasmado na nossa memória colectiva, não só dos que do Fado fazem vida, como daqueles que não vivem sem o Fado”.

Acrescentou que “o pulsar da sua viola-baixo veio trazer uma profundidade amplificadora dos sentimentos da nossa palavra cantada, na sua expressão maior – o Fado!”.

Por tudo isto “a meu ver, Joel Pina é muito mais que um grande músico, muito mais que o mais antigo músico de fado vivo, muito mais que o pioneiro da viola-baixo no fado e muito mais que um músico acompanhante de Amália Rodrigues, é acima de tudo um grande Ser Humano, um Senhor, que tem dedicado toda a sua longa vida à música … ao Fado!

Gonçalo relembrou-nos de que “as primeiras vezes que tive o prazer e a honra de trabalhar com o Mestre Joel Pina devo a João Braga, o grande responsável pelo aparecimento de várias gerações de novos fadistas e a quem muito estou e sempre estarei grato!”, e nesses primeiros encontros, com Joel Pina, destaca o “seu gentil sorriso perante um “rapazito“ nervoso, tímido e inexperiente, e as suas palavras de encorajamento , antes e depois da actuação! O que vindo de uma “lenda“ da nossa Música é inesquecível e não tem preço!

Para Gonçalo Salgueiro, Joel Pina deixa como legado “o seu talento acima de tudo, já imortalizado na vastíssima e extraordinária discografia que nos deixa! E a alteração do “cenário fadista”, com a introdução do viola-baixo como “obrigatório” no Fado Pós-Amália Rodrigues (sim, eu divido o Fado com A.A e D.A- antes e depois de Amália Rodrigues !!)sem esquecer a “sua Conduta irrepreensível, a humildade de um Grande, a gentileza, a educação, o respeito por todos!”.

O fadista disse-nos ainda de que “A idade é um posto… mas o Carácter é muito mais! E por isso o Mestre Joel Pina será sempre um pilar basilar da construção e continuidade do Fado que hoje conhecemos! Basta privar com qualquer um dos seus muitos “discípulos “e comprovar o muito que nos deixa! ( não podendo neste caso deixar de salientar o Músico Francisco Gaspar)

Para o espectáculo de dia 20 de Março, confidenciou que “este convite que muito me honra, vem de um grande amigo, colega e mais um dos “discípulos“ do Mestre Joel Pina, o Guitarrista Pedro Souto de Castro! O productor musical deste evento do Museu do Fado, que conta com a produção executiva da “Fados fora de portas“ da Joana Esparteiro”.

Em palco, “irei interpretar um tema de Frei Hermano da Câmara!”. Considera que estas homenagens devem ser feitas. Isto porque “Gratidão é dos maiores sentimentos que o ser humano consegue expressar, e do ponto de vista de quem dedica a sua vida a uma arte, essa gratidão, esse reconhecimento público por parte dos pares e do Povo é Tudo!”.

Acrescenta que “sou da opinião que estas devem ser feitas em vida dos mesmos, é uma alegria a que nenhum artista deveria ser alheio! Sobretudo quando exerce a sua arte com devoção, sacrifício e Amor! Como o faz Mestre Joel Pina!

Deixa ainda convite ao público: “Juntem-se a todos nós no Teatro S. Luiz dia 20 de Março nesta bonita iniciativa do Museu do Fado, para acarinhar e aplaudir uma lenda viva! Tenho a certeza que será uma noite muito, muito especial e inesquecível!

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6699 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.