Graça Fonseca emite nota de pesar pelo falecimento de Pedro Barroso

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, emitiu uma nota de pesar pelo falecimento do cantor Pedro Barroso.

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamenta a morte do cantor, compositor, letrista e poeta Pedro Barroso (1950-2020), uma das vozes da canção de intervenção portuguesa e um dos trovadores do 25 de Abril.

Natural de Lisboa, mas com uma ligação especial ao Ribatejo, Pedro Barroso iniciou a sua carreira musical nos anos 60, no programa Zip-Zip, que revelou muitos dos cantautores que marcaram durante décadas a música portuguesa. Com uma vasta discografia, começou a gravar nos anos 70, na mesma altura em que se estreou no Teatro Experimental de Cascais, sob a direção de Carlos Avilez. Em 2009, no Teatro São Luiz, despediu-se dos palcos com um concerto comemorativo dos quarenta anos de carreira. Autor multifacetado, foi ainda pioneiro nas áreas da musicoterapia e do ensino de crianças surdas-mudas.

Membro de uma geração única da música portuguesa, que transformou a canção em protesto, manifesto, pensamento e transformação social, Pedro Barroso ensinou-nos que “a resistência de um povo também se cria a cantar”, uma mensagem tão importante quando a escreveu como nos dias que vivemos, em que é preciso cantar e continuar a resistir.

À Família e Amigos enviam-se sentidas condolências.

Graça Fonseca

17 de março, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.