Graça Fonseca marca presença em Conferência de Exportação Musical, organizada pela WHY Portugal

 

 

A WHY Portugal organiza, a 15 e 16 de Novembro em Leiria, uma Conferência de Exportação Musical que reúne num único espaço os profissionais da indústria da música portuguesa e instituições, públicas e privadas, cuja actividade se cruza com a promoção e exportação da música nacional. A Conferência de Exportação Musical encerra no dia 16 com a participação da Ministra da Cultura, Graça Fonseca.

 

 

 

Depois de, ao longo de dois anos, a Associação Empresarial Why Portugal, plataforma de promoção da exportação da indústria da música portuguesa, ter promovido várias missões, dois country focus dedicados a Portugal – no Eurosonic 2017 e no Waves Vienna 2018 -, bem como workshops de capacitação, missões inversas, prospecções e outras apresentações internacionais, esta é a altura ideal para o sector fazer um balanço e definir estratégias.

 

 

A presença da tutela, com a Ministra da Cultura e de instituições nacionais e internacionais relevantes são determinantes para incentivar o investimento futuro, em conjunto com a dedicação e o profissionalismo que este sector tem empregue na sua internacionalização nestes últimos dois anos.

 

 

O evento conta com participações confirmadas de instituições internacionais como: Bureau Export (França), EMEE (European Music Exporters Exchange), ETEP (European Talent Exchange Program), Europa Criativa Eurosonic (Holanda), Gigwise (Reino Unido), INES (Innovation Network Of European Showcases), Liveurope, NBHAP (Alemanha).

A indústria portuguesa será também representada pelas seguintes instituições: AICEP, AMAEI, Audiogest, Câmara Municipal de Leiria, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação GDA, Grupos Parlamentares da Assembleia de República, Ministério da Cultura e RDP/Antena 3.

 

 

Os paineis temáticos contam com a presença de alguns profissionais da indústria como: Ana Miranda (ARTE Institute NYC), Ana Paulo (Fado In A Box), António Cunha (UGURU), Carlos Martins (Opium), David Santos (noiserv), Eduardo Manuel (Algarpalcos), Emerson Ferreira (Redmojo), Fernando Ribeiro (Moonspell), John Gonçalves (The Gift), Luis Ferreira (Bons Sons), Márcio Laranjeira (Lovers & Lollypops), Ricardo Bramão (Aporfest), Rui Murka (Let’s Get Lost), Sandra Oliveira (Jardins Efémeros), Sara Simões (Produtores Associados).

 

 

No dia 15 de Novembro, este evento conta ainda na sua programação com quatro showcases de bandas portuguesas que tenham participado em conferências e showcase festivals internacionais no período de vigência do projecto SIAC aprovado pelo Compete / Portugal 2020 (os últimos dois anos).

 

 

A escolha dos Projectos a actuar neste evento esteve a cargo de jornalistas internacionais de países como o Reino Unido e a Alemanha e de vários meios, nomeadamente a Gigwise e a Nothing But Hope and Passion. Após reunidos os resultados, O Gajo, Granfather’s House, Surma e Vaarwell são os nomes sugeridos pelos jornalistas.

 

 

O acesso ao evento é gratuito mas está sujeito a registo e à lotação da sala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.