Por ocasião dos 150 anos do nascimento e, simultaneamente, 70 anos da morte de José Vianna da Motta, Marta Menezes apresenta um recital de homenagem a uma das figuras que mais influenciou o pianismo em Portugal, no dia 29 de Setembro, às 19:00, no Museu do Oriente.

 

Discípulo de F. Liszt, Vianna da Motta apresentou-se em salas de concerto de todo o mundo. Para além de pianista, foi professor, compositor, crítico musical e autor de diversos artigos sobre técnica e interpretação pianística. Neste recital, Marta Menezes interpreta obras de alguns dos compositores aos quais Vianna da Motta ficou associado como sendo um excelente intérprete – Beethoven, Chopin e Liszt – bem como obras do próprio compositor.

 

Distinguida com o 1º Prémio no Concurso Beethoven no Royal College of Music (2013) e no Concurso Internacional de Piano de Nice Côte D’Azur “Simone Delbert-Février” (2013), Marta Menezes conta ainda com outros prémios em concursos internacionais em Portugal, Espanha e França. Apresenta-se regularmente em recital, a solo e em música de câmara, tendo actuado em diversos países na Europa, em Cabo Verde e nos Estados Unidos, tendo um papel activo na divulgação da música portuguesa, em Portugal e no estrangeiro.

 

A jovem pianista fez a estreia de várias obras de compositores portugueses contemporâneos e desenvolveu um projecto a dois pianos e piano a quatro mãos com a pianista Inês Andrade, dedicado exclusivamente a este repertório. Em 2015 editou o seu primeiro CD com obras de Beethoven e F. Lopes-Graça, com o apoio da Fundação GDA, que recebeu o prémio Global Music Award nos EUA: “Silver Medal – Outstanding Achievement” nas categorias de Classical Piano e Emerging Artist tendo sido também eleito Fan Favorite. Encontra-se de momento a residir em Portugal e a preparar o seu trabalho final de Doutoramento, intitulado “Obras para Piano e Orquestra de Compositores Portugueses”, a apresentar na Universidade de Indiana – Jacobs School of Music.

 

Os bilhetes custam cinco euros.

 

 

Programa

 

Beethoven (1770-1827)

32 Variações em Dó menor, WoO 80

 

F. Chopin (1810-1849)

Sonata nº 3 em Si menor, op. 58

I. Allegro maestoso

II. Scherzo: Molto vivace

III. Largo

IV. Finale: Presto non tanto

 

J. Vianna da Motta (1868-1948)

Meditação

Balada op. 16

 

F. Liszt (1811-1886)

Rapsódia Húngara nº 10

 

 

Fotografia: Pedro Sadio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.