Humorfest, em Lagoa, pretende homenagear o teatro que faz rir

 

 

Março é o mês do teatro. Em Lagoa, Algarve, Março está reservado para a melhor comédia. A 19ª edição do Humorfest começa a 16 e termina a 30 de Março de 2019. No Auditório Carlos do Carmo.

O humorfest entra na 19ª edição. Os grandes nomes da comédia portuguesa passaram e continuam a passar por lá. Em 2019, o programa começa com “os Vizinhos de cima”. A vida conjugal de dois casais, que vivem próximo, é revelada por Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano, Pedro Lima e Rui Melo. Pelas 21:30 do dia 16 de Março. À medida que a noite avança os vizinhos vão revelando algumas loucuras sexuais que levam os outros a repensar a sua relação marcada pela monotonia. Quem for assistir fica a saber tudo.

“Ladies´ Day” é uma performance para 3 dias seguidos: 21, 22 e 23 de Março, sempre às 19:45. Esta proposta sobe ao palco do Auditório Carlos do Carmo, em sintonia com a Cidade Inclusiva que Lagoa defende como causa do ano em 2019. É representada pelo grupo de teatro “Os Algarvios” que reúne estrangeiros residentes na região. ”Os Algarvios” ou “The Algarveans” assumem que fazer parte da comunidade local é um objectivo, e a inclusão é a principal razão para a sua constituição como grupo. As produções anteriores dos “Algarveans” incluíram americanos, britânicos, canadenses, alemães e portugueses. E dizem que o seu “Dia das Mulheres” é candidato a vencedor do Humorfest 2019.

A 29 de Março, pelas 21:30, é a vez do improviso, uma das várias categorias que definem o humorfest. Marta Fernandes e Rúben Silva, estão “enfim sós”. São Zeca e Fernanda e preparam-se para passar o seu primeiro Dia dos Namorados juntos. A noite promete ser cheia de surpresas. Tudo seria perfeito se… um pequeno acidente doméstico não fizesse com que os dois fossem obrigados a passar a noite trancados na casa de banho. Obrigados a lidar com a presença um do outro. Para quem sonhava com uma noite inesquecível, Zeca e Fernanda não podem reclamar. Mesmo que o “inesquecível” não tenha sido exactamente como eles imaginaram.

No dia seguinte, 30 de Março, pelas 21:30, sempre no mesmo palco, “António Raminhos é… o António Raminhos…”

Ele começou a fazer stand-up em 2006, a uma sexta feira santa. E desde aí não parou. Este ano volta a Lagoa, ainda antes da Páscoa, porque o público do Humor-fest’18, que todos os anos elege o melhor comediante do ano, o escolheu.

Para António Raminhos, “o humor e a comédia são o melhor e o maior mecanismo de defesa que nós temos”. E diz que faz humor para “dar a outra perspectiva das coisas”. Cara bem conhecida de vários programas da televisão, António Raminhos é actualmente um dos humoristas mais acarinhados pelo público português. Encerra o humor fest’19 com um espectáculo de cerca de 70 minutos, em que “o humor funciona para expressar aquilo que não conseguiria ser dito de outra forma”.

O teatro surgiu a partir de manifestações a Dioniso, deus do vinho, da vegetação, do êxtase e das metamorfoses, na antiga Grécia. Pouco a pouco, os rituais dionisíacos foram-se modificando e transformando em tragédias e comédias, até que chegamos ao humorfest em Lagoa.

Os bilhetes para todos os espectáculos do humorfest’19 custam 10 euros e já estão disponíveis online em https://bit.ly/2TsPu87 ou aos balcões do Município de Lagoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.