Igreja de Santo António à pinha e em delírio com Lenita Gentil, Alexandra e Maria da Fé

 

 

A Igreja de Santo António, em Lisboa, recebeu hoje um espectáculo único e que encerrou a Trezena a Santo António, com Lenita Gentil, Alexandra e Maria da Fé.

Em palco contaram com Fernando Silva, na guitarra portuguesa, João Filipe, na viola de fado, e Nani, no baixo.

Este espectáculo marcou também o reencontro de três intérpretes que chegaram a actuar juntas aquando do projecto Entre Vozes, que contava ainda com Alice Pires.

Num espaço com lotação esgotada, como diria o povo, ‘à pinha’, as três artistas foram interpretando os temas, ora a solo ora em trio, numa mescla de repertório individual e algumas das marchas mais célebres.

De Maria da Fé destaca-se, entre outros, os temas ‘Valeu a Pena’ ou ‘Cantarei até que a voz me doa’; de Alexandra, ‘Marcha do Bairro Alto’ ou ‘Grande Marcha de Alfama 1935’; e de Lenita Gentil destaca-se ‘Tarde Triste no Campo Pequeno’ e ‘Maria Madalena.

Numa sentida e bonita homenagem às Marchas Populares, este espectáculo teve a particularidade de juntar em palco, três nomes maiores da música portuguesa, que continuam a demonstrar talento, verdade e uma pujança impressionantes.

Um espectáculo inserido na programação das Festas de Lisboa que agitam e animam a cidade ao longo de todo este mês de Junho.

2 thoughts on “Igreja de Santo António à pinha e em delírio com Lenita Gentil, Alexandra e Maria da Fé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.