Inédito de Agustina Bessa-Luís será apresentado na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira

Agustina Bessa-Luís

 

 

No próximo sábado, dia 10 de Março, a partir das 16:15, a Biblioteca Municipal Albano Sardoeira (em Amarante) vai receber a apresentação de um trabalho inédito de Agustina Bessa-Luís. Depois desta apresentação será exibido um documentário sobre a vida da escritora natural de Vila Meã.

 

 

 

Nesta tarde, onde será apresentado o livro Deuses de Barro, estará presente Mónica Baldaque, a filha da conhecida autora. Aliás, foi a filha que juntamente com o marido da autora, Alberto Luís, trabalharam neste manuscrito.

 

 

 

Fazer publicar este romance é como uma flor que eu e o meu pai queríamos oferecer a Agustina admitia, Mónica Baldaque, recentemente em entrevista, onde explicou que os livros foram encontrados na casa do Douro, aquando da venda da propriedade.

 

 

 

Deuses de Barro foi escrito quando a autora tinha apenas 19 anos e vivia numa casa no campo, no Douro, rodeada das tias. Foi neste local que começou um diálogo com Deus, que deu origem a três romances: “Ídolo de Barro”, “Água da Contradição” e “Deuses de Barro” que terão ficado “esquecidos”, até agora. A Relógio dÁgua editou, em 2017, Deuses de Barro.

 

 

Deuses de Barro, se por um lado é um esboço para a descoberta dos mundos fechados que integram estes três romances iniciais, por outro, representa já um grito de liberdade, ousadia, revolta e desafio contra os deuses de barro que nos vigiam, nos tolhem, com quem somos obrigados a conviver e a venerar”, como se pode ler no prefácio do livro que será apresentado na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira, em Amarante, no dia 10 de Março às 16:15.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 08/03/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_