Longas filas de gente, e ansiedade, para aquele que foi o primeiro concerto da digressão de James Arthur. A anteceder o espectáculo, e perante temperatura muito fria, o público fazia longas filas e a ansiedade para ver e ouvir o músico britânico era muito grande.

Perante um público eclético na faixa etária, James Arthur foi calor que fez esquecer o frio. Nem por um momento alguém, lá dentro, lembrou-se o frio que cá fora fazia. Um repertório bem estruturado, um espectáculo simples mas bem produzido e que soube que nem ginjas à assistência.

O Campo Pequeno recebeu o primeiro espectáculo da digressão ‘The You’ e foi bom auguro para o que espera James Arthur nos próximos tempos.

Pontual, abriu espectáculo com ‘You’ e ‘I Am’. Cumprimentou a assistência e arriscou no português. Em ‘Rewrite the Stars’, os telemóveis acendera-se para um infindável céu de estrelas e plena arena do Campo Pequeno.

Mas a noite teve mais momentos divertidos, e também com alguma intensidade, com temas como ‘Breathe’, ‘Falling Like The Stars’ ou Empty Space’, com James Arthur a apostar numa constante interacção com o público.

‘Hometown’ foi apresentado no Campo Pequeno (um tema novo que nem sequer integra o último disco de James Arthur). O último grande momento aconteceu com ‘Impossible’, embora ainda tenha existido encore.

James engordou no natal (ele próprio assumiu) mas isso não impediu de um espectáculo que passou pelo rap, pop, baladas e até rock. James foi tudo o que o público queria. E a ansiedade antes do concerto transformou-se em satisfação suprema após término do espectáculo de hora e meia.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6699 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.