João Moura foi interrogado por denúncia de maus tratos a animais

 

D.R.

O cavaleiro João Moura foi ontem levado ao posto da GNR de Portalegre para ser interrogado, devido a uma denúncia de maus tratos a animais.

Segundo a Rádio Elvas, a detenção “vem no seguimento de uma investigação levada a cabo pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR)”.

Já o Jornal Expresso adiantou que em causa estavam 18 cães galgos que se “encontravam subnutridos, foram retirados da propriedade do cavaleiro João Moura e levados para o canil do município de Monforte, em Portalegre”.

Segundo fonte ao Expresso, “foi feita uma denúncia anónima há 15 dias, tendo sido confirmadas no terreno as suspeitas de maus tratos, em concreto, a subnutrição dos animais, que se encontravam “muito magros

O cavaleiro disse ao FarpasBlogue, “fui detido para ser ouvido pela GNR em Monforte, não foi em Tribunal. Tinha lá uns cães mais magros e alguém denunciou isso, mais nada”.

Acrescentou ainda que “agora vão instruir o processo e vai seguir para a frente. Já prestei as minhas declarações e estou em casa tranquilo e com a consciência tranquila. Não matei ninguém, não roubei ninguém, não tratei mal os meus cães, alguns estavam magros, mas não os tratei mal!

One thought on “João Moura foi interrogado por denúncia de maus tratos a animais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.