A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, hoje, a terceira corrida da sua temporada tauromáquica.

Em praça, os cavaleiros João Moura Caetano, João Moura Jr. e João Ribeiro Telles.

Frente a touros da ganadaria Romão Tenório, actuaram ainda os Forcados de Évora e Aposento da Moita.

Antes da corrida foi prestada homenagem a D. Francisco Mascarenhas pelos 75 anos de alternativa, tendo sido feita uma declaração sobre os seus méritos pela voz de Manuel Andrade Guerra.

Homenagem prestada, também, ao Grupo de Forcados do Aposento da Moita, pelos seus 45 anos de existência.

 

Após as cortesias, foi respeitado um minuto de silêncio em memória do campino Carlos Custódio, recentemente falecido.

João Moura Caetano abriu a noite com uma actuação na qual não atingiu todo o potencial, contudo destacam-se pormenores de qualidade superior como a brega e dois ferros curtos, após bom desenho das sortes e reunindo a perceito.

João Moura Jr. esteve em grande nível, na primeira lide desta noite. Depois de receber bem o touro, elevou a fasquia nas cravagens, quer compridas quer curtas, com bom desenho das mesmas e rematando com vistosidade. Destaque ainda para a excelente brega.

João Ribeiro Telles esteve impactante na sua actuação. É um toureiro com uma concepção artistica que agrega o clássico e o risco. No Campo Pequeno arriscou e embora nem tudo tenha saído bem, tem dois ferros curtos de bom nível e um soberbo, qual o qual encerrou a sua lide. Público de pé e actuação de muito valor.

A segunda actuação de Moura Caetano descreve-se em poucas palavras. Touro complicado, a exigir contas, que não arrancava e que não permitiu ao cavaleiro sequer ouvir música. Noites melhores virão, para um cavaleiro de arte e classe.

João Moura Jr. teve uma segunda lide de excelente qualidade. Começou por receber o oponente em sorte gaiola bem desenhada, para depois desenvolver toda uma actuação de poderio, raça e exuberância. Uma brega de excelência, uma boa escolha de terrenos e o meritoso desenho das sortes. Terminou com duas sortes Mourinas, em reuniões ajustadas, sendo a primeira algo para rever vezes sem conta. Noite de grande qualidade de Moura Jr. no Campo Pequeno. Destaque para o brinde desta lide, feito a António Telles, Diego Ventura e João Moura (seu pai).

João Ribeiro Telles fechou a noite com boa actuação. O cavaleiro voltou a estar em destaque com uma clara aposta em sortes de risco e com batida ao piton contrário. Três curtos de enorme qualidade, numa actuação em que sofreu uma colhida sem consequências de maior.

Pelos Amadores de Évora, foram à cara João Pedro Oliveira (primeira tentativa), António Alves (terceira tentativa) e Ricardo Sousa (terceira tentativa).

Pelo Aposento da Moita, foram à cara Leonardo Mathias (primeira tentativa), Martim Cosme Lopes (primeira tentativa) e João Ventura (primeira tentativa).

Os touros de Romão Tenório saíram bem apresentados e com comportamento dissemelhante, sendo o quarto o pior de todo o lote.

Corrida dirigida por Ricardo Dias, assessorado por Jorge Moreira da Silva.

O Campo Pequeno registou boa entrada de público, mas voltou a não esgotar a lotação máxima permitida.

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Rute Nunes & Carlos Moita Pedroso

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6768 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.